EPL – Tottenham 2×0 Manchester United

O Tottenham recebeu o Manchester United nesta quarta-feira (31/01) pela 25ª rodada e venceu por 2 a 0 com grande superioridade. O gol relâmpago de Christian Eriksen abriu o caminho, logo aos 11 segundos de partida, e um gol contra de Phil Jones, ainda no primeiro tempo, sacramentaram o resultado. Vale ressaltar ainda o recorde de público batido no jogo, visto que os 81.978 pagantes em Wembley representam a maior assistência da história de um jogo da Premier League. Com o triunfo, os Spurs chegam aos 48 pontos, na quinta posição, com 2 a menos que Chelsea e Liverpool, adversários mais próximos na tabela. O líder é o Manchester City, que soma 68.

Maurício Pochettino fez questão de ressaltar que não era um jogo chave, por mais que o Tottenham estivesse 5 pontos atrás do G4 ao início da partida. O treinador argentino ainda não pôde contar com o recém-contratado Lucas, confirmado hoje, além dos desfalques por lesão de Alderweireld, Aurier e Winks. Sendo assim, o time da casa foi a campo com Lloris; Trippier, Sanchez, Vertonghen, Davies; Dier, Dembele, Eriksen, Dele, Son; Kane. Já o Manchester United foi alinhado por José Mourinho com De Gea; Valencia, Smalling, Jones, Young; Matic, Pogba, Lingard, Martial, Sanchez; Lukaku.

O jogo começou da melhor forma possível. Saída de bola dos Spurs, bola recuada para Vertonghen e lançamento longo. Kane ganha no alto de Jones, Dele apara a sobra e num erro de domínio, a bola sobra para Eriksen que se infiltra numa zaga Red Devil surpreendentemente estática e finaliza de canhota fora do alcance do goleiro De Gea, que nada pôde fazer. Foi o segundo gol mais rápido da história da Premier League, atrás apenas de um tento anotado pelo nosso ex-zagueiro Ledley King. O gol não reduziu o ímpeto do Tottenham, que seguiu melhor na partida e criando ocasiões para ampliar o marcador.

Aos 28′, veio o segundo. Ótima troca de passes coletiva até o acionamento de Kieran Trippier na direita. O lateral cruzou rasteiro, com força, o zagueiro Jones se atrapalhou para fazer o corte e mandou para dentro do próprio gol, no ângulo de De Gea. Aos 30′, Martial tenta dar o troco, mas a finalização foi muito bem defendida por Hugo Lloris. A etapa complementar prometia um United em busca da virada, mas o Tottenham que seguiu criando as melhores chances e tendo mais volume. Aos 56′, Lukaku força Lloris a uma grande defesa. Eriksen e Son quase ampliaram para o Tottenham, mas De Gea fez muito bem seu trabalho.

Harry Kane, de ótima atuação como pivô e pouca inspiração nos arremates nesta noite, também teve suas chances para marcar, mas a defensiva do Manchester travou bem suas investidas. E assim ficou uma noite memorável em Wembley, com uma vitória inquestionável do Tottenham por 2 a 0. A equipe volta a campo no próximo domingo (04/02) para enfrentar o Liverpool, em Anfield.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)