EPL – Southampton 1×1 Tottenham

O Tottenham enfrentou o Southampton neste domingo (21/01) pela Premier League e não conseguiu mais que um empate por 1 a 1 no St. Mary’s Stadium. Nosso zagueiro Davinson Sanchez marcou contra o gol dos Saints e Harry Kane marcou o gol dos Spurs, que criou algumas chances na etapa complementar mas não teve competência para virar o placar. Vale ressaltar também as substituições incompreensíveis do treinador Pochettino que pareciam sabotar as tentativas de ser mais ofensivo do Tottenham. Com 45 pontos, a equipe estaciona na quinta colocação e pode ficar a 5 pontos do G4, caso o Liverpool vença o lanterna Swansea, no fechamento da rodada. O líder Manchester City soma 65 pontos.

Pochettino não pôde contar com Lloris, Alderweireld, Rose, Winks e Eriksen, todos vetados pelo departamento médico. Sendo assim, o argentino alinhou o Tottenham com Vorm; Aurier, Sanchez, Vertonghen, Davies; Dier, Dembele, Sissoko, Dele, Son; Kane. Já o Southampton foi escalado por Maurício Pellegrino (sim, os nomes dos treinadores são parecidos) com McCarthy; Cedric, Stephens, Hoedt, Bertrand; Romeu, Lemina, Hojbjerg, Ward-Prowse, Tadic; Gabbiadini.

Desde os primeiros minutos era possível notar a falta que Eriksen fazia na criação do Tottenham, que até tentava dominar a partida mas não conseguia se impor em campo. E tudo piorou aos 15′, quando Sanchez marcou um gol contra em lance muito infeliz. Bertrand cruzou, o colombiano tentou um carrinho para cortar a trajetória da bola mas acabou a colocando na direção do gol. A bola ainda beijou o pé da trave de Vorm antes de ganhar as redes. O Tottenham resolve ir pra cima e já aos 17′, após bate-rebate, Dier finaliza na trave. No minuto seguinte, Ben Davies cruza e Harry Kane de cabeça empata o jogo, desviando bem o arremate do goleiro McCarthy.

Ainda no primeiro tempo, Sissoko esteve perto de virar o placar para o Tottenham mas sua finalização passou rente a trave, aos 30′. O Southampton respondeu com Stephens, que também esteve perto de marcar com cabeceio aos 37′, que foi pela linha de fundo. A segunda etapa começou fria, mas o Tottenham começou a pressionar em busca da virada, para fazer valer sua maior capacidade. Aos 68′, Kane quase marca, mas é bem bloqueado na hora H. As mexidas de Pochettino não fazem muito sentido. Primeiro, tira Son e coloca Lamela, sendo que Sissoko merecia bem mais a substituição. Pouco depois lança Trippier na vaga de um lesionado Aurier. E por fim, na mais incompreensível das mexidas, coloca o volante Wanyama na vaga de Dembele, que fazia bom jogo e representava mais perigo ao oponente.

Aos 84′, após boa jogada de Kane com Sissoko pela direita, o francês serve a Lamela que demora a bater e quando o faz tem seu chute desviado pela marcação. O árbitro erroneamente marca tiro de meta. Aos 87′ e aos 89′, os Saints tem ótimas chances de marcar, mas Obafemi fura a finalização de frente para Vorm e Boufal é bloqueado com perfeição por Sanchez. Por fim, já aos 90′, boa trama coletiva até Dele Alli achar Kane na esquerda. O matador puxa para a canhota, mas finaliza cruzado pra fora, com a bola passando na frente da meta sem um pé para concluir às redes. Fim de jogo em um frustrante empate por 1 a 1, e os Spurs voltam a jogar pela Premier League no dia 31 de janeiro, contra o Manchester United em Wembley. Antes disso, no próximo sábado, o adversário será o Newport County, pela Copa da Inglaterra.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)