EPL – Tottenham 1×1 West Ham

O Tottenham decepcionou sua torcida ao apenas empatar em 1 a 1 com o West Ham nesta quinta-feira, em jogo atrasado da 20ª rodada da Premier League. Mesmo pressionando e criando diversas oportunidades, os Spurs foram surpreendidos pelos Hammers que abriram o placar em sua primeira finalização no jogo, já no segundo tempo, com um chutaço de Pedro Obiang. Após muita insistência, Heung-Min Son igualou o placar de forma parecida, também com uma pancada de fora da área. O resultado impediu o Tottenham de se aproximar do G4, ficando na quinta posição com apenas 41 pontos na tabela, três a menos que o quarto colocado Liverpool. O líder Manchester City soma 62.

Tendo jogado há menos de 48 horas, era natural que Maurício Pochettino fizesse algumas mexidas na equipe. Trippier, Dembele, Lamela e Llorente, titulares contra o Swansea, foram para o banco. Sendo assim, os Spurs foram a campo com Lloris; Aurier, Sanchez, Vertonghen, Davies; Dier, Sissoko, Eriksen, Dele, Son; Kane. Já o West Ham de David Moyes foi alinhado com Adrian; Reid, Ogbonna, Rice; Zabaleta, Kouyaté, Noble, Obiang, Masuaku; Lanzini, Chicharito.

Como as escalações deixaram claro, o Tottenham buscava o ataque desde o início e os Hammers tentaram criar um ferrolho, com três zagueiros e três volantes, trancando o jogo no meio. As oportunidades criadas não eram claras, mas aconteciam. Aos 4′, o West Ham já tinha se salvado em cima da linha após chute de Kane. Aos 16′, o camisa 10 marca, mas o gol é bem anulado pela arbitragem. Aos 29′, Kane para em grande defesa de Adrian, que buscou sua finalização no cantinho. Aos 34′, Vertonghen lança para Aurier nas costas da defesa, o lateral acha ótima assistência para Kane na área mas o artilheiro se atrapalha no domínio e perde a chance. Aos 45′ Eriksen chuta, a bola desvia na zaga e Adrián faz uma defesa espetacular para escanteio.

A etapa complementar seguiu na mesma tônica, pressão do Tottenham e retranca dos visitantes. Kane, Son e Eriksen veem suas chances serem bloqueadas por zagueiros quando provavelmente teriam o caminho do gol. Aos 68′, após bela jogada coletiva, Kane finaliza, a zaga salva, no rebote Dele Alli ganha de Adrian no alto mas a cabeçada vai pra fora. Como o futebol não é um esporte justo, o West Ham chegou ao gol na sua primeira finalização. Obiang recebe de Lanzini na intermediária e arrisca o chute de muito longe. A bola atingiu o ângulo de Lloris, que não conseguiu evitar o gol e a consequente abertura do placar. Atrás do marcador, Pochettino resolveu mexer com Lamela e Wanyama nas vagas de Sissoko e Dier.

Pouco depois, Llorente rendeu um extenuado Ben Davies, lançando o time de vez para o ataque. Adrián ainda parou mais uma boa finalização de Harry Kane. Mas aos 84′, não deu para o goleiro espanhol. Son dominou de muito longe e encheu o pé direito, num chute cheio de veneno que fez curva e entrou no ângulo, determinando o empate. Na empolgação do empate, os Spurs quase sofreram o segundo, quando Ayew saiu na cara de Lloris e parou em grande defesa do goleiro francês. Já nos acréscimos, no meio da pressão, duas finalizações do Tottenham foram cortadas pelo braço de defensores do West Ham, mas o árbitro Mike Dean não quis marcar o pênalti e o placar ficou mesmo em 1 a 1. O Tottenham volta a campo no próximo domingo (07/01) para enfrentar o Wimbledon, pela Copa da Inglaterra.

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)