Carabao Cup: Tottenham 2×3 West Ham

O Tottenham recebeu o West Ham nesta quarta-feira (25) pela Carabao Cup (a tradicional Copa da Liga) e foi eliminado da competição com uma vexatória derrota por 3 a 2 em Wembley. Moussa Sissoko e Dele Alli marcaram para o Tottenham no primeiro tempo, mas dois gols de André Ayew e um de Angelo Ogbonna na etapa complementar deram a classificação para os Hammers. A vergonha é justamente pela derrota de virada, em casa, para um rival local. Mesmo que obviamente tenhamos jogos mais importantes pela frente e a derrota não represente nenhum abalo no bom trabalho que vem sendo realizado.

Mauricio Pochettino mandou a campo uma equipe repleta de reservas, poupando alguns dos principais jogadores, como Kane, Eriksen, Lloris, Sanchez, Vertonghen e Aurier. Sendo assim, os Spurs foram alinhados com Vorm; Foyth, Alderweireld, Davies; Trippier, Dier, Sissoko, Rose; Dele, Son, Llorente. Já o West Ham foi escalado por Slaven Bilic com Adrian; Kouyaté, Rice, Ogbonna; Byram, Noble, Fernandes, Cresswell; Lanzini, Ayew, Carroll.

O Tottenham começou a partida atacando e não tardou a abrir o placar. Logo aos 6′, Son escapou pela esquerda, avançou em direção ao gol e viu bem a infiltração para Sissoko no meio. O francês dominou o passe e finalizou rasteiro na saída de Adrian para fazer 1 a 0. Aos 18′, os Spurs quase ampliam em cabeçada de Dele, mas o goleiro Adrián conseguiu defender. Melhor em campo, a equipe ampliou aos 37′, quando Dele Alli tabelou com Son, o inglês entrou na área e finalizou no canto. A bola ainda tocou no zagueiro Rice tirando qualquer chance de defesa para Adrián.

O West Ham voltou ligado para o segundo tempo e o Tottenham, aparentemente, nem retornou ao gramado de Wembley. Tanto que a recuperação dos Hammers foi obtida com relativa facilidade, e a virada veio em três lances de bola alçada na área Aos 55′, a defesa afastou pra frente, Fernandes chutou forte e parou em Vorm. No entanto o goleiro holandês deu rebote e André Ayew completou para o gol, quase em cima da linha. Cinco minutos depois veio o empate, novamente com Ayew. Carroll ganhou no alto e acionou Lanzini. O argentino serviu ao ganês que bateu forte de esquerda para igualar o jogo.

Aos 64′ o Tottenham esboçou um retorno ao jogo, quando Dele Alli recebe cruzamento na área e finaliza no canto, mas para mais uma vez no goleiro Adrián. E aos 70′ veio o castigo. Lanzini cobrou escanteio da esquerda, Ogbonna se antecipou à defesa no primeiro poste e cabeceou para virar o jogo para os Hammers. A partir da virada, Pochettino resolveu agir com algumas substituições, no mínimo, estranhas. Primeiramente tirou o centroavante Llorente para colocar o volante Dembélé. Posteriormente trocou Rose por Eriksen e Son por N’koudou, faltando menos de 10 minutos para o fim do jogo. E os Spurs nem ameaçaram empatar o duelo, somando uma vitória vexatória e a consequente eliminação da Copa da Liga.

O Tottenham foca agora suas atenções para as outras três competições da temporada: Premier League e Champions League, torneios de importância maior, e a Copa da Inglaterra, que disputaremos a partir de janeiro. O próximo desafio será pelo campeonato, quando enfrentaremos o Manchester United, em Old Trafford, no sábado.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)