EPL – Tottenham 1×1 Burnley

O Tottenham recebeu o Burnley neste domingo (27) pela 3ª rodada da Premier League e voltou a decepcionar sua torcida jogando na nova casa, Wembley. Dele Alli abriu o placar no início do segundo tempo e Chris Wood empatou para os visitantes já nos acréscimos da etapa complementar. Com o resultado, o Tottenham chegou a 4 pontos em 9 possíveis, colocando-se na nona posição da Premier League. O líder Manchester United soma 9.

Buscando se recuperar da derrota para o Chelsea, na última rodada, Maurício Pochettino alinhou os Spurs com Lloris; Trippier, Alderweireld, Vertonghen, Davies; Dier, Dembélé, Eriksen, Dele, Son; Kane. O volante Wanyama não foi relacionado para o jogo e vale destacar a presença do zagueiro recém-contratado Davinson Sanchez no banco. Já os visitantes foram escalados por Sam Dyche com Heaton; Lowton, Tarkowski, Mee, Ward; Gudmundsson, Cork, Defour, Brady; Arfield, Vokes.

Fugindo do comum, o Tottenham começou a partida mal, tendo dificuldades para controlar as ações. A primeira oportunidade de gol do jogo foi do Burnley, aos 7′. Brady tentou cruzar com o pé direito e mandou no ângulo de Lloris, que fez boa defesa mandando à escanteio. Com a posse de bola e muitas dificuldades para penetrar, os Spurs tentavam chutar da entrada da área, mas os arremates não chegavam ao goleiro Heaton. Aos 38′, boa trama pela esquerda que encontrou Kane na pequena área. Entretanto o zagueiro Tarkowski conseguiu interceptar a finalização.

A etapa complementar começou da melhor forma possível. Aos 49′, cobrança de escanteio, a bola desviada sobra para Dele Alli. A primeira finalização acaba batendo em Dembele, mas a bola sobra novamente para o camisa 20. Aí, Dele não perdoou e rolou no canto esquerdo, sem chance de defesa para Heaton. O Tottenham cresceu na partida e começou a criar ocasiões. Harry Kane, buscando seu centésimo gol pelo clube, finalizou diversas vezes mas a sorte parecia não ajudar. A famosa maldição do nosso centroavante no mês de agosto lhe atrapalhava, assim como o goleiro Heaton, autor de boas defesas.

A incapacidade do time em matar o jogo fez o Burnley crescer nos instantes finais. E o time ameaçou com cruzamentos na área e jogadas de velocidade. Hugo Lloris também trabalhou muito, inclusive em saídas arrojadas com os pés, como um autêntico líbero, se redimindo da falha na última rodada. Mas aos 91′, nem ele conseguiu evitar o pior. Lançamento de Brady, a defesa do Tottenham falhou feio e Chris Wood finalizou forte e rasteiro, igualando o marcador já no apagar das luzes.

Os clubes fazem agora uma parada e cedem os atletas para suas respectivas seleções, que se enfrentam pela data Fifa. Os próximos jogos serão apenas em duas semanas. O Tottenham vai até Liverpool, no dia 9 de setembro, encarar o Everton no Goodison Park. Quatro dias depois, estreia na Champions League contra o Borussia Dortmund, em Wembley.

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)