Buscando maior tempo de jogo, Tottenham empresta o meia Josh Onomah ao Aston Villa

Joia da base do Tottenham, o meia-ofensivo inglês Josh Onomah foi emprestado ao Aston Villa, tradicional equipe da cidade de Birmingham e que disputará a Segunda Divisão Inglesa na próxima temporada. Onomah, de apenas 20 anos, chamou a atenção dos Villans por conta de sua destacada jornada com a Inglaterra sub-20, campeã mundial da categoria em Junho deste ano. Desta forma, a diretoria do Aston Villa viu em Onomah o talento necessário para liderar a criação de sua equipe, que tem por objetivo voltar à elite do Campeonato Inglês em 2018.

Buscando dar maior tempo de jogo em futebol de alto nível à sua promessa, os Spurs cederam o jogador ao Aston Villa por empréstimo de um ano, em um acordo que prevê até número mínimo de jogos e total de minutos a serem cumpridos pelo meia em sua nova equipe. Além disso, antes de selar o empréstimo do jogador, o Tottenham tratou de concluir a renovação do contrato do atleta, que assinou um novo acordo válido por mais quatro temporadas.

“Eu não posso esperar para começar (a jogar pelo Aston Villa). Este é um clube de futebol gigante e eu quero realmente deixar minha marca aqui e provar que sou um jogador em quem o treinador pode confiar. Eu sei que o acesso (à Premier League) é o objetivo e eu estou aqui para ajudar a alcançá-lo.”, disse Onomah, ao site oficial do Aston Villa.

Onomah fez sua estreia no profissional quando ainda tinha 17 anos, na primeira temporada de Mauricio Pochettino no comando do Tottenham. Ao longo destas últimas três temporadas, o treinador argentino mostrou ser grande admirador do talento do meia-ofensivo inglês, tendo usado o jovem em diversas oportunidades no período. Sob a tutela de Pochettino, Josh fez 32 partidas com a camisa dos Spurs. No entanto, Poch achou que este era o momento certo de emprestá-lo.

“Depois da Copa do Mundo sub-20 (da qual Onomah foi um dos destaques da equipe Inglesa campeã da competição), acho que ele precisa jogar mais (tempo) e provar que pode jogar (entre os profissionais). Há vários rumores a respeito de qual sua melhor posição no campo. Ele pode jogar como um 8, um 6, um 7, um 10 ou um 11, e eu acho que isso não é um problema”, detalhou Pochettino sobre a versatilidade do meio-campista inglês.

“Eu acho que ele precisa provar a si mesmo que pode jogar. Está é uma grande oportunidade para ele agora no Aston Villa, para provar a si mesmo e provar para todos que ele é um jogador que pode aprender e evoluir e ser útil para o Tottenham no futuro.”, finalizou Pochettino sobre o que planeja para o futuro de Onomah nos Spurs.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Fábio Malet

Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e analista de sistemas. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby, e, pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha o Tottenham desde o começo da temporada 2002-03, por causa de Robbie Keane, do qual tornou-se fã pelo seu desempenho na Copa do Mundo 2002. No Brasil, torce para o Grêmio desde suas primeiras palavras.