EPL – Burnley 0x2 Tottenham

O Tottenham foi até o Turf Moor neste sábado (01/04), encarar o Burnley, e conquistou uma vitória essencial para seus objetivos na temporada. Dier e Son marcaram os gols do triunfo por 2 a 0, que levou os Spurs aos 62 pontos na tabela, na vice-liderança, 7 a menos que o primeiro colocado Chelsea, que perdeu para o Crystal Palace na rodada. A combinação torna o sonho de título um pouco mais palpável, visto que o próximo jogo dos Blues é contra o Manchester City, no meio de semana. Sonhar ainda não custa, mas a vaga na próxima Champions fica cada vez mais próxima.

Mauricio Pochettino não podia contar com a grande estrela da companhia, Harry Kane, que segue lesionado. Outros desfalques foram Rose e Lamela, no departamento médico, além dos poupados Walker, Dembele e Son, devido ao desgaste da data Fifa. Sendo assim, os Spurs foram a campo com Lloris; Dier, Alderweireld, Vertonghen; Trippier, Wanyama, Winks, Davies; Eriksen, Dele, Janssen. Já o Burnley foi alinhado por Sean Dyche com Heaton; Lowton, Keane, Mee, Ward; Hendrick, Barton, Boyd, Arfield; Barnes, Gray.

A partida começou dura, com muitas divididas e o Burnley conseguia dominar as ações em diversas oportunidades. O Tottenham parecia sentir a falta dos titulares e não conseguia criar boas chances. Na melhor delas, Eriksen conduziu pela esquerda e chutou forte para defesa de Heaton. No rebote, Dele finalizou para fora, sem goleiro. Vale ressaltar que era acoçado por zagueiros rivais. O primeiro tempo ficou marcado por duas substituições por lesão. Wanyama e Winks precisaram deixar o campo. Entraram Dembele e Sissoko, com Pochettino promovendo uma mexida tática para o 4-2-3-1, puxando Dier para o meio, recuando os laterais e usando Sissoko pela direita.

Na etapa complementar, as alterações deram certo. O Tottenham começou a criar mais e ameaçar o gol de Heaton. Gol, só aos 66′. Após cobrança de escanteio de Eriksen, a zaga do Burnley tirou mal e a bola sobrou no pé de Dier. O então volante mostrou uma categoria de centroavante para colocar a bola no ângulo direito abrindo o marcador. Sem tirar o pé, o Tottenham logo fez o segundo. E foi um golaço. Eriksen fez lançamento de cinema para Dele, que manteve o nível com um cruzamento perfeito para Son, que só completou de pé esquerdo aos 77′, dando números finais ao encontro.

A partir daí, o Burnley tentou uma pressão em chuveirinhos, mas sem efetividade. O Tottenham controlou muito bem as ações e não sofreu até o apito final. Os Spurs voltam a campo na quarta-feira, para encarar o Swansea, no País de Gales.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)