A lesão de Kane e o restante da temporada para o Tottenham

Nesta terça-feira (14) o Tottenham confirmou por meio de suas mídias digitais que Harry Kane ficará de fora dos próximos jogos da equipe. Ainda não há um prazo definido para a recuperação do jogador, mas a informação dada é de que a contusão sofrida em seu tornozelo é similar àquela sofrida em setembro do ano passado, que o tirou de combate por cerca de dois meses, mas que a severidade é menor.

A equipe médica continuará trabalhando com o jogador, que já se encontra em processo de reabilitação. Estima-se, assim, que o jogador perca somente um mês deste restante de temporada, o que significa um impacto negativo menor do que o que se temia inicialmente.

Kane machucou seu tornozelo na partida de domingo diante do Millwall pela FA Cup. Em um ataque pelo lado direito da área, Harry Kane foi pressionado por seu marcador, mas mesmo assim conseguiu uma boa finalização, que foi defendida pelo goleiro King. Na sequência de movimentação do lance, o defensor que estava junto ao atacante acabou se desequilibrando e caindo sentado no tornozelo de Kane, jogando todo seu peso para aquela área.

As nuvens de pessimismo com certeza pairam sobre as casas da maioria dos torcedores do Tottenham no momento. A imagem deixada pela equipe na última vez em que o atacante se contundiu não foi nada boa: a equipe engatou uma série de tropeços, o que culminou, inclusive, na eliminação tanto da Copa da Liga quanto da Liga dos Campeões da UEFA.

Não posso dizer que a lesão não preocupa, mas é preciso pontuar o seguinte: à época, a lesão de Kane veio junto com a de Alderweireld, de modo que o Tottenham perdeu os pilares de seu ataque e sua defesa respectivamente. Não fosse um mês de outubro espetacular de Son, a situação dos Spurs poderia ter sido pior.

A verdade é que a equipe cresceu muito como conjunto de lá pra cá, superando, inclusive, um outro momento ruim após lesão de Jan Vertonghen. O torcedor tem todo o direito de pensar no que aconteceu e prever o que vai acontecer daqui pra frente da forma como quiser, mas é preciso dar um voto de confiança aos jogadores que entrarão em campo durante o período da recuperação de nosso camisa 10.

Os jogos que virão não serão fáceis, mas a confiança construída pelos comandados de Mauricio Pochettino após uma sequência de três vitórias em White Hart Lane (duas pela liga e uma pela copa nacional) é vital. Os companheiros de Kane com certeza correrão por ele.

Há muito o que disputar ainda nesta temporada, que só acaba em maio. Estamos brigando firmemente pela vaga direta para a próxima edição da UCL e temos chance de conseguir um título após 9 anos.

Eu sou pessimista, raramente confio no Tottenham. Mas o momento é difícil e a nossa torcida se faz ainda mais necessária. Com um pouco de sorte, quem sabe, Kane fique mesmo só um mês fora e ainda volte a tempo de ajudar a equipe quando tudo estiver realmente afunilado.

Até lá, jogo a jogo, o Tottenham precisa continuar mostrando sua força.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Lucas Colenghi

Mineiro de Uberaba, no Triângulo Mineiro, graduando em Licenciatura em Letras com Habilitação em Português e Inglês. Tenho 21 anos e as duas coisas que eu mais odeio no mundo são: 1- acordar cedo; 2- escanteio curto. Gostar de futebol é legal até você resolver torcer para um time: com o Tottenham não é diferente.
  • A torre

    Confiar em Janssen vai ser difícil, vai ser preciso sorte pra não ficar fora da zona da champions