EPL – Tottenham 5×0 Swansea

O Tottenham recebeu o Swansea nesta tarde de sábado (03) em White Hart Lane para conquistar uma vitória incontestável por 5 a 0. Harry Kane (2), Heung-Min Son e Christian Eriksen (2) marcaram os gols do triunfo, que pode ser o início de uma reação do time na temporada, após uma fase tenebrosa, recheada de empates e que culminou na eliminação de duas competições, Copa da Liga Inglesa e Liga dos Campeões. Com 27 pontos, os Spurs seguem na 5ª posição, mas se aproximam do primeiro bloco. O líder é o Chelsea, com 34.

Maurício Pochettino mandou o Tottenham a campo com uma formação simples, bem semelhante ao time que realizou grande temporada em 2015/16. Mesmo sem Alderweireld e Lamela, o time fez um dos seus jogos mais constantes na temporada, praticamente não permitindo ao seu adversário finalizar. Os 11 escolhidos para iniciar a peleia foram Lloris; Walker, Dier, Vertonghen, Rose; Wanyama, Dembélé, Eriksen, Alli, Son; Kane. O Swansea, brigando contra o rebaixamento, entrou com uma formação bem defensiva. Bob Bradley alinhou seu time com Fabianski; Naughton, Van der Hoorn, Amat, Taylor; Fulton, Cork, Fer; Barrow, Sigurdsson, Montero.

Desde os primeiros movimentos o Tottenham se mostrava muito superior. O Swansea não conseguia criar nada e o Tottenham chegava muito, parando na má pontaria ou no goleiro Fabianski. O arqueiro polonês realizou 10 defesas na partida, algumas com alto grau de dificuldade. Harry Kane começou a justificar o novo salário aos 39′, convertendo um pênalti mandraque sofrido por Dele Alli. Aos 45′, veio o segundo gol. Após boa trama coletiva e finalização prensada de Eriksen, a bola sobrou para Son emendar um lindo voleio, dobrando a vantagem.

A etapa complementar já começou com o terceiro gol. Em mais um belo lance coletivo, Alli lançou Son em velocidade. O sul-coreano fez o corte para bater de canhota, mas observou bem a chegada de Kane em velocidade e o artilheiro não perdoou, batendo cruzado no canto direito de Fabianski. O quarto gol veio aos 70′, quando Kane tomou a bola do craque Naughton, Alli bateu e parou em bela defesa do goleiro adversário. No entanto, a bola subiu e sobrou para a dividida entre Amat e Eriksen. O dinamarquês teve vantagem e anotou o quarto gol.

Pochettino fez mudanças, colocando em campo Sissoko, Winks e Onomah, nas vagas de Son, Dembele e Kane. E para fechar com chave de ouro, Eriksen marcou o quinto, fechando o placar, após receber de Sissoko, driblar um adversário e bater rasteira, de canhota, no cantinho do goleiro. A imagem mostra o início de partida, quando os times prestaram homenagem a Chapecoense após o acidente que vitimou mais de 70 pessoas na última terça-feira. Os Spurs voltam a campo na próxima quarta-feira, para enfrentar o CSKA Moscou, pela Liga dos Campeões. Um empate nos leva ao mata-mata da Europa League.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)