EPL – Tottenham 1×1 Leicester

O Tottenham recebeu o Leicester neste sábado (29) pela 10ª rodada da Premier League e decepcionou novamente sua torcida, ficando apenas em um empate por 1 a 1. Vicent Janssen, de pênalti, marcou para os Spurs e Ahmed Musa anotou o tento dos Foxes. Com o resultado, o Tottenham estaciona nos 20 pontos e perde contato com os líderes Manchester City e Arsenal, estando agora 3 pontos atrás da ponta. Para ressaltar o péssimo momento, foi o quinto jogo consecutivo sem vitória, apesar do time manter uma invencibilidade (inútil) na Premier League.

Contando com desfalques por lesão e poupando alguns atletas pensando no confronto da próxima quarta-feira, contra o Leverkusen, pela Champions League, Maurício Pochettino mandou os Spurs a campo com Lloris; Walker, Dier, Vertonghen, Rose; Wanyama, Dembélé, Eriksen, Alli, Son; Janssen. Já o Leicester, atual campeão inglês e um rival recente, foi alinhado por Claudio Ranieri com Schmeichel; Simpson, Morgan, Huth, Fuchs; Drinkwater, King, Mahrez, Musa; Vardy e Okazaki.

O Tottenham controlou a bola desde os primeiros movimentos, tentando fazer valer o mando de campo e abrir logo o marcador. Entretanto, não conseguia criar grandes ocasiões, tropeçando nos famosos “últimos passes”. Constantemente o árbitro se tornou protagonista do jogo, beneficiando o time visitante com decisões muito contestáveis. Janssen brigava muito com a forte dupla de zaga inimiga, mas com pouca efetividade. Quando as chances apareciam, Schmeichel não titubeava. E aos 41 minutos, até o travessão resolveu estragar o gol de Alli após bela jogada de Walker.

Entretanto, o gol saiu. Huth cometeu pênalti em Janssen aos 44′. O próprio holandês bateu forte, no meio do gol, abrindo o marcador. Foi o terceiro gol de Janssen pelo clube, todos de pênalti. Na volta do intervalo, o Tottenham seguiu muito superior e parecia perto de marcar o segundo. Mas em erro de Wanyama na saída de bola, Vardy levou para o fundo e cruzou para o meio, onde Ahmed Musa apareceu para finalizar, empatando o duelo. A partir daí, seguiu-se o massacre do Tottenham, criando diversas ocasiões e parando no excelente Schmeichel, que contra nós, fica melhor que o pai.

Janssen chegou muito perto do gol em duas oportunidades. Uma cobrança de falta na rede, pelo lado de fora, e outra finalização que raspou a trave. Vertonghen também apareceu bem, com uma cabeçada no travessão e um arremate, já nos acréscimos, que passou perto do gol. No último lance da partida, Rose teve a chance da vitória, mas também bateu nas malhas laterais. E a partida acabou assim, melancólica, para mais um resultado frustrante. O empaTottenham volta a campo na próxima quarta-feira (02), para encarar o Bayer Leverkusen, em Wembley.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)