EFL Cup – Liverpool 2×1 Tottenham

O Tottenham foi até Anfield, encarar o Liverpool pela Copa da Liga Inglesa e ofereceu pouca resistência aos Reds, que venceram por 2 a 1. Daniel Sturridge, duas vezes, marcou para o time da casa e Janssen, em cobrança de pênalti, diminuiu o prejuízo. Eliminado do torneio “mais fácil” da temporada, os Spurs seguem sonhando com alguma taça tendo pela frente três competições: Premier League, FA Cup e Champions League.

Tanto Jurgen Klopp quanto Maurício Pochettino escalaram times alternativos, recheados de reservas e jogadores da base. O que pelo menos minimiza um pouco a lamentação. E apesar da ausência de titulares, a partida foi bem interessante, com muita competitividade. Klopp alinhou os Reds com Mignolet; Alexander-Arnold, Lucas, Klavan, Moreno; Stewart, Grujic, Wijnaldum, Ejaria; Origi, Sturridge. Já Poch, escalou os Spurs com Vorm; Trippier, Carter-Vickers, Wimmer, Davies; Dier, Winks, Carroll, Onomah, N’Koudou; Janssen.

Como é praxe, o Tottenham iniciou a partida buscando o controle da posse de bola. Até o fim do jogo, até conseguiu superioridade nesse quesito. Mas em todos os outros, seguramente, o Liverpool esteve alguns degraus acima. Desde os primeiros minutos, o time da casa era mais objetivo e criava mais. E sem dar muita chance para os Spurs, abriu o marcador. Aos 9′, N’Koudou escorregou e perdeu a bola para Grujic na intermediária. O sérvio avançou, entrou na área e bateu cruzado. A bola tocou em Wimmer e sobrou para Sturridge, que se antecipou ao goleiro Vorm e balançou as redes.

Os Reds poderiam ter marcado novamente com Sturridge, que recebeu após grande jogada de Origi e bateu fraco para Vorm salvar. Pouco efetivo pelas pontas e errando muitos passes, o Tottenham foi se enrolando na própria incompetência, exibindo apenas uma improdutiva troca de passes laterais. O segundo tempo começou e o Liverpool passou a empilhar oportunidades. Sturridge perdeu um gol sem goleiro, se atrapalhando sozinho. Aos 64′, o golpe de misericórdia. Em rápido contra-ataque, Wijnaldum enfiou a bola no meio da zaga para Sturridge avançar tranquilamente e tocar entre as pernas de Vorm, ampliando.

Com 2 a 0 contra, os Spurs foram para uma estratégia mais agressiva e a coisa poderia ser pior. Mas um erro de arbitragem nos voltou para o jogo. Aos 75′, John Moss enxergou pênalti de Lucas em Lamela. O replay mostra que o nosso camisa 11 se jogou. Janssen cobrou firme, quase no meio do gol e diminuiu. O Liverpool não ampliou porquê Vorm esteve bem, fazendo ao menos três excelentes defesas. E o empate não veio por duas belas intervenções de Mignolet, em chute de Wanyama e após um péssimo domínio de Harrison. No fim, nada a reclamar. Eliminação justa para quem não mereceu nada da partida.

No próximo sábado, o Tottenham volta a campo, agora com os titulares. O adversário será o Leicester, em White Hart Lane.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)