EPL – Tottenham 2×0 Manchester City

O Tottenham recebeu o Manchester City nesta manhã de domingo (02) e venceu de forma incontestável por 2 a 0. Você não leu errado, os Spurs realmente foram muito superiores ao time de Guardiola. Kolarov (contra) e Alli marcaram os gols do triunfo. Com o resultado, o Tottenham segue na segunda posição na tabela, com 17 pontos, 1 a menos que – justamente – os Citizens, que ainda lideram.

Ainda sem poder contar com Dembele e Kane, mas feliz pelos retornos de Dier, Rose e Sissoko, Maurício Pochettino optou por deixar o holandês Janssen no banco, utilizando um time mais leve. Sendo assim, escalou o Tottenham com Lloris; Walker, Alderweireld, Vertonghen, Rose; Wanyama, Alli, Sissoko, Lamela, Eriksen; Son. Já Guardiola tinha o desfalque de Kevin De Bruyne, talvez o melhor jogador da atual Premier League. E o espanhol alinhou sua equipe com Bravo; Zabaleta, Otamendi, Stones, Kolarov; Fernando, Fernandinho, Navas, Silva, Sterling; Aguero.

O Tottenham que tradicionalmente tem mais posse de bola, no jogo de hoje tinha um grande desafio contra o treinador mais enfático com a necessidade de ‘la posesión’. A posse acabou ficando mais com o City, mas de forma pouco produtiva. E o Tottenham começou marcando logo cedo, o que mudou a história da partida. Após cruzamento da esquerda, o lateral Kolarov se atrapalhou para cortar o cruzamento e acabou mandando no ângulo de Bravo. O Tottenham sufocava e fazia uma partida perfeita, criando ocasiões para ampliar o marcador.

O que aconteceu aos 37′, após um interessante contra-ataque. A bola espirrou para Son, que enxergou muito bem a infiltração de Dele Alli e fez passe milimétrico para Dele tirar de Bravo e fazer 2 a 0. O City voltou determinado a controlar as ações, mas tinha dificuldade. O Tottenham dava a bola para o adversário mas era mais perigoso e efetivo nos contragolpes. E assim quase fez o terceiro, quando uma incrível tabela entre Walker, Son e Alli terminaria em pênalti, de Fernandinho em Dele. Lamela brigou com Son para bater, ganhou o direito mas desperdiçou a cobrança, chutando para boa defesa de Bravo.

O City criou algumas ocasiões, o Tottenham abdicou do ataque e queria apenas que o relógio passasse. E graças a três belas intervenções de Lloris, o placar não se alterou mais. Os atletas vão agora para suas seleções disputar as partidas na parada da Data Fifa.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)