Com lesão no tornozelo, Kane desfalca o Tottenham nas próximas semanas

E o mistério finalmente foi descoberto. Mais de uma semana após sofrer a lesão que o tirou da parte final da vitória sobre o Sunderland, por 1 a 0, na quinta rodada do Campeonato Inglês, o atacante inglês, Harry Kane, passou por exames de imagens para definir a gravidade do trauma que tivera no confronto. E o diagnóstico da tomografia realizada refutou a possibilidade infortunada de um rompimento no ligamento do tornozelo do jogador: Kane teve “apenas” um estiramento de grau 2 no ligamento.

A demora para a realização do exame é explicada pelo inchaço no local da lesão do jogador, o que o impossibilitava de fazer qualquer análise médica mais detalhada na região enferma. Este fato preocupava demasiadamente o corpo médico e a comissão técnica do Tottenham, em especial, o técnico da equipe, Maurício Pochettino. O resultado do exame foi tão positivo, que até foi comemorado por Pochettino em sua entrevista coletiva da última segunda-feira, 26.

“É muito, muito melhor do que esperávamos. Estamos felizes. O exame foi muito positivo, então, estamos muito, muito felizes sobre esta notícia. Nós ainda não podemos dar uma estimativa de quanto tempo demorará para ele recuperar-se. Mas tenha certeza, estamos felizes porque o exame foi melhor do que esperávamos. Eu não sou um médico. É difícil dizer uma, duas, três semanas. Mas é muito, muito, muito melhor do que esperávamos”, salientou o empolgado Maurício Pochettino.

Apesar de não colocar uma estimativa de data de retorno, há muitas especulações de que o atacante possa estar apto a jogar no North London Derby (Dérbi do Norte de Londres, o mais tradicional clássico da capital inglesa), dia 6 de novembro, na casa do Arsenal, o Emirates Stadium. Além de ser o principal goleador da equipe, Harry Kane conta também com histórico bastante favorável no embate contra o maior rival: Kane tem 4 gols em 3 destes confrontos, no Campeonato Inglês. Desde já, torcedores do Tottenham de todos os cantos do planeta torcem pela recuperação do atacante a tempo desta partida.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Fábio Malet

Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e analista de sistemas. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby, e, pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha o Tottenham desde o começo da temporada 2002-03, por causa de Robbie Keane, do qual tornou-se fã pelo seu desempenho na Copa do Mundo 2002. No Brasil, torce para o Grêmio desde suas primeiras palavras.