EPL – Middlesbrough 1×2 Tottenham

O Tottenham foi até o Riverside Stadium encarar o Middlesbrough nesta tarde de sábado (24), mostrou força e conquistou uma importante vitória por 2 a 1. Os dois gols dos Spurs foram marcados pelo sul-coreano Heung-Min Son, enquanto Gibson descontou para o Boro. Com o resultado, o Tottenham chegou a 14 pontos na tabela e sobre para a vice-liderança da Premier League, ultrapassando o Everton que perdeu para o Bournemouth. À nossa frente, apenas o Manchester City, com 18 pontos e 100% de aproveitamento. O time de Guardiola será, inclusive, nosso próximo adversário pela Premier League, no próximo domingo. Mas antes, vamos à Rússia encarar o CSKA Moscou, pela Champions League.

Tentando fazer valer o mando de campo e subir na tabela, o Middlesbrough sabia do tamanho da pedreira que tinha pela frente. O treinador Aitor Karanka apostava no quarteto ofensivo formado por Downing, Ramirez, Stuani e Negredo. Sendo assim, mandou a campo seu time com Valdes; Barragan, Chambers, Gibson, Friend; De Roon, Clayton, Downing, Ramirez, Stuani; Negredo. Já Maurício Pochettino não tinha 4 titulares à disposição, por questões físicas: Rose, Dier, Dembélé e Kane. Mas soube usar bem o elenco, alinhando os Spurs com Lloris; Walker, Alderweireld, Vertonghen, Davies; Wanyama, Alli, Eriksen, Sissoko, Son; Janssen.

Desde os primeiros movimentos, o time da casa buscava marcar em um estilo de jogo mais direto e o Tottenham sempre buscando ter a bola e controlar as ações. Melhor para os visitantes, que marcaram cedo. Aos 7′, Janssen recebeu de costas para o gol, fez bem o pivô e serviu para o coreano Son. O camisa 7 dominou bem, driblou dois adversários e tocou rasteiro, sem chances para Victor Valdes. E Son não pararia por aí. Mostrando um futebol muito incisivo, o sul-coreano marcou de novo, aos 23′. Após não tentar um cruzamento, trouxe da ponta esquerda para o meio até ter ângulo para bater. E que chute, acertando o ângulo direito do goleiro, que nem se mexeu.

O 3 a 0 esteve muito perto de acontecer, quando Eriksen desarmou Chambers e serviu Dele Alli. Mas o camisa 20 abusou da displicência e bateu para fora. No segundo tempo, a tentativa de sobrecarga do Boro era clara. Como os Spurs mantinham bem o controle da partida, Karanka colocou Traoré e Rhodes em campo, na vaga de Ramirez e Negredo. As mexidas tornaram o time mais ofensivo e em bola alçada na área, Gibson ganhou de Sissoko e cabeceou no canto, para diminuir. Mas o Tottenham soube segurar bem as investidas inimigas e manteve o 2 a 1 no marcador, até o fim.

O Tottenham volta a campo na próxima terça-feira (27), na Arena Khimki, contra o CSKA. Caso não vença, os Spurs terão suas chances de classificação na Champions League muito comprometidas. E no domingo de eleições (02), duelo de líder e vice-líder, Tottenham e Manchester City, no White Hart Lane.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)