EPL – Tottenham 1×0 Sunderland

Esteve longe de ser fácil, mas o Tottenham venceu o Sunderland neste domingo (18) pela 5ª rodada da Premier League. Harry Kane marcou o único gol do duelo, aproveitando-se de um lapso de concentração do zagueiro Djilobodji. Com o triunfo, os Spurs sobem para a terceira colocação na tabela, com 11 pontos e 4 atrás do líder Manchester City. Apesar do jogo já ter acabado, a partida pode ter reflexos no time para as próximas rodadas. Isso porque três titulares, Dier, Dembele e Kane, saíram de campo lesionados na etapa complementar.

Buscando apagar a péssima exibição e consequente derrota para o Monaco, na estreia da Champions League, Pochettino fez diversas mexidas no time que iniciou o jogo de hoje. Davies, Eriksen e Lamela perderam a condição de titulares para a entrada de Wanyama, Sissoko e o retorno de Dembele. O comandante argentino alinhou a equipe com Lloris; Walker, Alderweireld, Dier, Vertonghen; Wanyama, Dembele, Sissoko, Alli, Son; Kane. Por sua vez, David Moyes alinhou seu Sunderland, que ainda não venceu na liga, com Pickford; Denayer, Koné, Djilobodji, Manquillo; Kirchhoff, Ndong, Cattermole, Januzaj, Pienaar; Defoe.

Como de praxe, o Tottenham controlou as ações desde o início. Com a posse de bola, rodava tentando entrar na defensiva inimiga. Assim conseguiu criar algumas oportunidades, especialmente com Sissoko e Son, os homens abertos pelas pontas. O sul-coreano teve boa atuação, infernizando o lateral Denayer, mas pecando muito para decidir o lance, seja com passes ou arremates imprecisos. Harry Kane foi outro a criar um duelo particular com o goleiro Pickford, mas o arqueiro do Sunderland esteve inspiradíssimo. Em uma das raras chegadas dos visitantes, Defoe finalizou para defesa segura de Lloris. E aos 44′, Dier falhou, Januzaj driblou na área e tocou para Pienaar finalizar praticamente sem goleiro, mas Walker evitou o gol em cima da linha de maneira espetacular.

A etapa complementar iniciou sem mexidas. A pressão do Tottenham se refletia muito nos constantes escanteios, rechaçados com dificuldade pelos Black Cats. Em números: foram 14 corners a favor dos Spurs, que finalizaram 31 vezes e tiveram 74% de posse de bola. Mas nada disso adiantaria se não marcassemos o gol. E ele finalmente saiu, aos 59′. Após cruzamento na área a bola sobrou para o zagueiro Djilobodji. O defensor errou o domínio e acabou furando o chute, oferecendo a oportunidade para Kane. Dessa vez o camisa 10 foi frio e apenas tirou de Pickford para marcar.

A partir daí, vimos uma sequência de chances perdidas pelo Tottenham, que não matava o jogo, enquanto o Sunderland tentava achar um gol em lance fortuito. Entretanto, nada aconteceu. A destacar, o brilho do goleiro Pickford, que fez pelo menos três defesas inacreditáveis. A nota triste fica para a saída por lesão de Dembele, Dier e Kane, os dois primeiros por sentirem a coxa e o atacante por uma torção feia do pé direito. Aguardemos notícias do Departamento Médico na torcida para que todos estejam disponíveis em breve. Voltamos a campo na próxima quarta-feira, para encarar o Gillingham pela Copa da Liga.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)