UCL – Tottenham 1×2 Monaco

O Tottenham decepcionou sua torcida ao perder em casa para o Monaco na estreia da Liga dos Campeões 2016/17. Atuando em um estádio de Wembley quase lotado (mais de 85 mil presentes) a equipe pressionou, teve boas chances mas sucumbiu à efetividade do time francês, que abriu 2 a 0 – gols de Bernardo Silva e Lemar – ainda no primeiro tempo. Alderweireld até descontou, mas a má pontaria e as boas defesas do goleiro Subasic mataram as aspirações dos Spurs na partida. O time agora se encontra pressionado, tendo dois jogos fora de casa e precisando somar pontos para não ser eliminado prematuramente.

Pochettino optou por uma escalação bem ofensiva, mantendo no time o coreano Son, que marcou 2 gols na goleada sobre o Stoke. O treinador argentino mandou a campo Lloris; Walker, Alderweireld, Vertonghen, Davies; Dier, Alli, Eriksen, Lamela, Son; Kane. Por sua vez, o comandante português do Monaco, Leonardo Jardim, alinhou sua equipe com Subasic; Raggi, Glik, Jemerson, Sidibé; Fabinho, Bakayoko, Dirar, Moutinho, Bernardo; Falcao.

O Tottenham iniciou a partida buscando sufocar o adversário e até conseguiu levar vantagem na individualidade de Kane e Son. O coreano teve a primeira boa chance, quando recebeu na área e tocou tirando do goleiro Subasic. Raggi, quase em cima da linha, evitou o gol. Lamela também parou no goleiro. O Monaco, entretanto, foi prolífico. Marcou nas suas duas únicas finalizações em direção à meta. Aos 15′, Lamela saiu jogado errado, Bernardo Silva ganhou de Davies, fez o que quis com o juvenil Vertonghen e encheu o pé, sem chances para Lloris. Aos 31′, cruzamento de Sidibé, Vertonghen e Davies se atrapalharam com Falcao e a bola sobrou para Lemar encher o pé, também inapelável.

O Tottenham parou de criar, sentiu os gols e parecia batido. Mas em escanteio cobrado por Lamela, Alderweireld subiu bem de cabeça para descontar. No segundo tempo, os comandados de Pochettino vieram mais encorpados, com Dembele na vaga de Son. Algumas oportunidades foram criadas e desperdiçadas. Alli e Kane viram suas finalizações pararem no goleiro Subasic. De resto, o Monaco soube administrar e se postar de forma bem defensiva, enquanto os Spurs, desorganizados, pouco fizeram para inverter o marcador. Uma péssima maneira de retornar à maior competição de clubes do mundo.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)