O sonho ainda não acabou

Não meus amigos, eu não acredito no título do Tottenham nesta temporada. Apesar de ser matematicamente possível e de que este que vos fala sempre ter sido o mais otimista e esperançoso com o título, depois do resultado desta segunda-feira, não há otimismo que sobreviva. O motivo do título deste texto ser “o sonho ainda não acabou” refere-se ao futuro que está por vir, e ao sentimento que esta temporada despertou.

A temporada brilhante que fizemos não pode ser apagada por este empate que acabou com nosso sonho de título. Não é absurdo se dizer que fomos o melhor time da Premier League na temporada. Mesmo com o Leicester ficando, merecidamente, com o título, o futebol apresentado pelos Spurs foi espetacular, e não há um jogador do elenco titular que possamos questionar nesta temporada. Ainda brigamos para ser o melhor ataque, a melhor defesa, ter artilheiro e tivemos quatro jogadores na seleção do campeonato, além de mais no mínimo três que poderiam facilmente ter entrado também nesta lista. O que pode ter definido este título a favor do Leicester foi o confronto direto, apenas uma partida que poderia ter mudado toda essa história, uma história de apenas quatro derrotas, no campeonato mais difícil do mundo, e de derrotas em que mesmo perdendo a partida, saímos de cabeça erguida por termos jogado bem em pelo menos três delas.

Depois deste catastrófico empate contra o WBA em White Hart Lane, a semana será seguida de emoções e reflexões variadas, assim como em toda a temporada. Se de minha parte, desde dezembro, o sonho e esperança pelo título era dominante em comentários e previsões, para outros, mesmo até a última rodada, o pensamento era o de garantir a vaga na UCL. De minha parte, o que mais motivava meu otimismo e esperança, era simplesmente o sentimento de “curtir o momento”. Brigar pelo título, até então, era apenas um sonho que esperávamos que chegasse no futuro, após a construção do novo estádio. Infelizmente, o sonho do título desta temporada acabou, mas o sentimento e a esperança ficaram vivos e ainda vão gerar ainda mais sentimentos dos mais diversos tipos.

Por isso, chego ao final deste texto deixando claro o que quis dizer no tópico, não é momento de procurar onde erramos, e sim de aplaudirmos nossos acertos. O sonho ainda não acabou pois temos um futuro que achávamos que demoraria mais alguns anos pra chegar, mas já chegou. Nosso estádio já está em fase de construção, nosso treinador já mostrou toda sua capacidade, nosso elenco mostrou esta temporada que é capaz e dever ser bem reforçado para a próxima temporada. Tudo isso apaga um pouco da dor no coração de não ter conseguido nesta temporada, mas este time tem muito a dar e a surpreender a todos. E como se já não bastasse tudo que mexeu com nossa emoções nesta temporada, na próxima teremos UEFA Champions League, e serei abusado o bastante em dizer que temos chances de algo bem maior do que o que podemos esperar ou imaginar, abusado a ponto de dizer que podemos jogar de igual para igual com qualquer time da Europa, assim como eu disse, em nossa ultima participação, logo após eliminarmos o Milan, que “só não chegaremos às semis se pegarmos Barcelona ou Real”, pois aquele time era brilhante… e só pra constar, esse time atual nos fez esquecer aquele. O sonho ainda não acabou.

“É melhor falhar sonhando alto do que para ter sucesso com o objetivo normal. E nós dos Spurs temos
nossos objetivos muito altos, tão altos que mesmo o fracasso terá nele um eco da glória “.

-Bill Nicholson-

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

fernandobraz

Latest posts by fernandobraz (see all)