EPL – Tottenham 1×1 West Brom

O Tottenham recebeu o West Bromwich nesta segunda (25) e decepcionou muito na sua luta pelo título. Precisando a todo custo do triunfo, a equipe até saiu na frente com um gol contra de Craig Dawson, mas tomou o empate no segundo tempo (com um gol do mesmo Dawson) e não teve forças para voltar a frente do marcador. A igualdade em 1 a 1 praticamente assegurou o título inglês para o Leicester, que precisa de apenas uma vitória nos últimos três jogos para garantir a taça. A remota chance do Tottenham só existe com três triunfos e três tropeços dos Foxes.

Maurício Pochettino não contava com novos desfalques na equipe, podendo mandar a campo sua formação considerada ideal. Sendo assim, os Spurs foram a campo com Lloris; Walker, Alderweireld, Vertonghen, Rose; Dier, Dembélé, Eriksen, Alli, Lamela; Kane. Já os comandados de Tony Pulis eram franco atiradores no embate, visto que se garantiram em uma confortável posição no meio de tabela e sem aspirações. O WBA alinhou com Myhill; Dawson, McAuley, Olsson, Evans; Yacob, Fletcher, Gardner, Sessegnon, McClean; Rondon.

Deu tudo errado. (Foto: Getty Images)
Deu tudo errado. (Foto: Getty Images)

Desde os primeiros movimentos, o Tottenham deixou clara sua intenção de atacar e conseguia criar boas ocasiões. A boa atuação do sistema defensivo inimigo, especialmente do goleiro Myhill, barrava as investidas. As traves também foram inimigas no confronto, com a bola atingindo os postes em pelo menos três oportunidades no jogo, por intermédio de Kane, Eriksen e Lamela. O gol finalmente saiu aos 33′, quando Eriksen cobrou falta para a área, Dawson e Vertonghen se engalfinharam na luta pela bola e o lateral do West Brom se desequilibrou, tocando a bola entre as pernas do goleiro Myhill.

No segundo tempo, as coisas não caminharam conforme o imaginado. Mesmo atacando, os Spurs viram o visitante crescer na partida e buscar muito o resultado. Myhill continuava inspirado no gol e o Tottenham via seu rendimento cair perigosamente. Aos 71′, a bola sobra para Rondon encher o pé e Lloris fazer um verdadeiro milagre, mandando para escanteio. Mas na cobrança do corner, o mesmo Lloris sai atrasado do gol, Dier não consegue subir para cortar e Dawson cabeceia, marcando o empate.

O gol destruiu o psicológico do Tottenham que não conseguiu se reerguer e poderia até ter tomado a virada. O placar final de 1 a 1 praticamente encerra as chances de título, mas o clube se mantem com 5 pontos de vantagem sobre Manchester City e Arsenal, que ocupam a terceira e quarta posição na tabela. Na próxima segunda-feira (02/05), os Spurs encaram o Chelsea, em Stanford Bridge, pela 36ª rodada da Premier League. Oportunidade ideal para vencer um clássico e sacodir a poeira.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)