Na boa, Harry Kane é maneiro demais

Quando surgiu para o mundo na última temporada, Harry Kane logo foi apelidado como “furacão” devido ao seu sucesso repentino e poder de destruição. Claro que a semelhança seu nome como a palavra hurricane também pesou para esse apelido, mas o fato é que o atacante era um fenômeno prestes a emergir. Embora a empolgação já tomasse conta do White Hart Lane, o jogador ainda precisava provar, na temporada 2015/16, ser digno de ser considerado um furacão F5 e não um mero F0, que passa, causa danos ali e aqui mas logo some em meio à multidão.

E realmente não foi fácil. No início da atual temporada, nosso 10 estava dando aulas de Roberto Soldado em frente aos goleiros com furadas, chutes bizarros e só conseguiu abrir sua contagem após 13 horas de jejum. Muito se especulou, disseram que ele estava jogando lesionado, outros apontaram que tratava-se de mais um caso inglês do famoso “one season wonder”, aquele jogador que aparece bem em uma temporada e nunca mais vinga. Felizmente, o cenário mudou e o centroavante vem se mostrando vital para a atual vice-liderança dos Spurs.

Um deuso, um louco, um feiticeiro: ele é demais (Foto: Reprodução/Goal)
Um deuso, um louco, um feiticeiro: ele é demais. PS: Vai beijar tuas nega! (Foto: Reprodução/Goal)

Agora, após 31 rodadas, já são 21 gols e a chance de entrar no seleto grupo dos artilheiros dos 30 na Premier League, que contém apenas sete nomes: Thierry Henry, Cristiano Ronaldo, Luís Suarez, Kevin Philipps, Robin Van Persie, Alan Shearer e Andy Cole. Infelizmente para Kane, ainda tem gente que desconfia do melhor atacante da competição e insiste em dizer que Jamie Vardy é melhor. Não, não é. Só para se ter uma ideia, após doze gols em doze rodadas, Vardy fez sete em dezenove, já Kane fez sete nos últimos sete e é o único inglês a conseguir duas temporadas seguidas com mais de 20 gols na Premier League, considerando os últimos 13 anos.

Não que ele seja o melhor do mundo, não que ele seja habilidoso com a bola nos pés, nada disso. Harry Kane é apenas o grosso mais craque da Premier League. Kane é o cara que chuta de tudo quanto é jeito, de tudo quanto é lugar; é o cara que aplica a lei do “não existe gol feio”; é o cara que vai pra galera quando faz gol nos rivais; é o camisa 10 e mais que isso, um torcedor em campo. Na boa, Harry Kane é maneiro demais e merece ser colocado em outro patamar.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

joaobucchi

Paulista do interior, amante de todos esportes que envolvem bola, em especial o futebol, e eterno sofredor por torcer pro Tottenham.

Latest posts by joaobucchi (see all)