EPL – Arsenal 1×1 Tottenham

Arsenal e Tottenham se enfrentaram nesse domingo, no Emirates Stadium para um excelente North London Derby. Em um jogo de extrema disputa, como esperado, Harry Kane abriu o placar para o Tottenham e Kieran Gibbs empatou para o Arsenal, sacramentando o empate em 1×1. Apesar da igualdade e mesmo jogando fora de casa, os Spurs foram muito superiores ao seu rival, desperdiçando uma série de oportunidades para ampliar o placar e acabando castigados no fim. Com o empate, o Arsenal segue em segundo lugar na Premier League, com 25 pontos, e os Spurs retomam o quinto posto na tabela, com 21.

O Arsenal contava com uma série de desfalques para a partida, mas Arsene Wenger tinha à disposição um 11 inicial tecnicamente bem forte para o clássico. O time de Woolwich entrou em campo com Cech; Debuchy, Mertesacker, Koscielny, Monreal; Coquelin, Cazorla, Ozil, Campbell, Sanchez; Giroud. Já o Tottenham parecia mais estruturado e manteve a escalação das última vitória sobre o Aston Villa. Pochettino mandou a campo Lloris; Walker, Alderweireld, Vertonghen, Rose; Dier, Alli, Dembélé, Eriksen, Lamela; Kane.

Foto: Reprodução/ Facebook
Esbanjou categoria no gol, mas perdeu um caminhão de chances (Foto: Reprodução/ Facebook)

O jogo começou intenso com as duas equipes tendo ocasiões de superioridade numérica no ataque antes dos 5 minutos, mas em todos os casos as chances foram desperdiçadas sem finalização. Habituado a um estilo de jogo de pressão forte, o Tottenham foi ganhando as divididas e tentando agredir rapidamente, enquanto os Gunners pareciam não saber o que fazer com a posse de bola que dominavam. Os Spurs pecavam muito no último passe e faziam do seu sistema defensivo uma barreira quase intransponível. Dembélé e Alli mudavam muito de posição, o que garantia o controle do meio. O gol demorou, mas saiu com merecimento aos 32′, quando Rose lançou para Harry Kane que entrou sozinho na cara de Cech e bateu com categoria para fazer, após falha clamorosa do zagueiro Koscielny.

As oportunidades iam aparecendo para os Spurs que mantinham o Arsenal longe de seu gol e buscando ampliar o score. A única finalização do time da casa no primeiro tempo foi em um chute fraco de Sanchez, que já estava impedido. Na etapa complementar, Cazorla deu lugar a Flamini e o Arsenal esboçou uma ofensiva. Jogando principalmente na bola aérea, o time vermelho teve duas ocasiões de gol com Giroud. Na primeira, o francês mandou no travessão e na segunda, subiu livre para cabecear raspando o pé da trave direita de Lloris.

Sobrou disposição, mas faltou frieza para matar o jogo (Foto: Reprodução/ Facebook)
Sobrou disposição, mas faltou frieza para matar o jogo (Foto: Reprodução/ Facebook)

Os Spurs viram que o resultado começava a correr perigo e botaram a bola no chão. Domesticaram o rival, tocaram, criaram uma série de ocasiões que não se converteram em gol por finalizações ruins ou grandes defesas de Petr Cech. Eriksen, Kane, Lamela e Alli tiveram oportunidades gigantes para fazer o 2×0, mas falharam. E infelizmente a máxima do futebol prevaleceu e quem não fez, tomou. Ozil alçou a bola na área, a defesa deu bobeira e Gibbs aparecceu nas costas de Walker para completar para o gol, empatando o duelo aos 77 minutos. Lloris não conseguiu salvar a lavoura.

A partir daí, o jogo inverteu e o Arsenal pressionou buscando a virada, sem sucesso. O Tottenham nervoso, se perdeu e poderia ter perdido um jogo tranquilo e ganho, por se desequilibrar totalmente no duelo. As entradas de Son, Mason e Onomah se mostraram improdutivas e o empate permaneceu até o fim. Os jogadores apresentam-se agora às suas seleções para a Data Fifa que se aproxima. O próximo jogo do Tottenham será em duas semanas, no dia 22/11, contra o West Ham em White Hart Lane.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)

  • Lucas Muniz

    Eu fiquei muito decepcionado com o placar desse jogo que, obviamente, deveria ser diferente. Os Spurs começaram o jogo muito bem e dominaram a primeira etapa sendo muito consistente na defesa e bastante objetivo nos ataques, tanto que os Gunners praticamente não finalizaram na primeira etapa. Eu sou um torcedor que acredita muito no potencial do Harry Kane e que sempre depositou confiança no atacante nos jogos do Spurs, mas o Kane poderia ter feito muito mais de apenas um gol, fiquei muito indignado com os gols perdidos do Tottenham em uma parte da segunda etapa que poderiam matar o jogo, e em uma jogada isolada e bem “cagada”, os Gunners conseguiram o gol de empate e dominaram a partida desde então… Não fiquei satisfeito com o placar porque sei que poderia ser diferente, mas esse ano ainda contínuo acreditando que seja possível a classificação para a Champions League! #COYS

    • Gustavo Fraga

      Provamos que temos time pra chegar à UCL

  • Alan

    Pochetino parece ter achado a formação ideal. A contusão do medíocre, ridículo Chadli e dos hiperestimados e hiperhypados Bentaleb e Mason, fez eles o time atingir um nível que há muito não atingia. Fora o Mason que pode ser útil (embora não ache que ele jogue tudo isso que a imprensa diz), peço a Deus todo dia para que Pochettino não volte a insistir com Bentaleb e principalmente com o Chadli, sem eles temos uma perspectiva ótima pra temporada. #COYS

    • Gustavo Fraga

      Pior que acho os dois bons jogadores, mas não estavam produzindo, esse é o 11 ideal, quanto ao Mason, acho fraco.

  • Gustavo Fraga

    Fiquei orgulhoso pela organização tática (até sofrerem o gol) e técnica apresentada, esse é o 11 ideal, será que o Chadli volta pro time?

  • Fernando C.

    Foi uma pena mesmo o empate. a unica falha do walker no jogo resultou no gol delas. Mas foi admiravel o modo como controlamos o jogo. dominamos as meninas, e a torcida quieta, so ouvindo os gritos de “Come on you Spurs!”

    Fique feliz com a atuação do time. Vi todos os jogadores fazendo um otimo jogo, sem exceções. Mesmo o irregular Lamela, nos ajudou muito na marcação.