Pré-jogo: Tottenham x Aston Villa

Nesta segunda-feira, 2, o Tottenham recebe o Aston Villa pela 11ª rodada da Barclays Premier League. As equipes vivem momentos totalmente opostos na temporada: enquanto o Tottenham se reencontrou com a vitória ao bater o Bournemouth, no último domingo, por 5 a 1, na casa do adversário, deixando a equipe em 6º, com 17 pontos, a três do G4, o Aston Villa amargou mais uma derrota, o que o deixou enterrado na lanterna da competição, com apenas 4 pontos somados e resultou na demissão de Tim Sherwood do comando técnico da equipe de Birmingham.

Na temporada passada, uma vitória para cada lado: 2 a 1 para os Spurs no Villa Park, com Harry Kane decretando a virada nos últimos momentos de jogo, e 1 a 0 para os Villans em White Hart Lane, com gol de Benteke, resultando numa vitória importante para contribuir na luta contra o rebaixamento, até então, possível do clube na época. Até essa vitória dos Lions na casa dos Spurs, o Villa era um verdadeiro freguês do Tottenham, tendo perdido as últimas seis partidas pela Barclays Premier League.

Lamela e Bennet disputando a bola no jogo do Villa Park na temporada passada - Foto: Zimbio
Lamela e Bennet disputando a bola no jogo do Villa Park na temporada passada – Foto: Zimbio

Mauricio Pochettino sabe que não contará com três jogadores para o cotejo: Nacer Chadli, Heung-Min Son e Alex Pritchard são baixas confirmadas, enquanto que Nabil Bentaleb, que está se recuperando de lesão, e Federico Fazio, nas mesmas condições, são dúvida. Enquanto isso, do lado do Aston Villa, o interino Kevin MacDonald sabe que Gardner não tem condições de jogo, além das dúvidas sobre poder ou não escalar Lescott e Richards.

A partida ocorre às 18h (Brasília) e terá transmissão, ao vivo, pela ESPN Brasil.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Lucas Colenghi

Mineiro de Uberaba (no Triângulo Mineiro). Licenciado em Letras com Habilitação em Português e Inglês pela UFTM. Tenho 22 anos e as duas coisas que eu mais odeio no mundo são: 1- acordar cedo; 2- escanteio curto. Gostar de futebol é legal até você resolver torcer para um time: com o Tottenham não é diferente.