Noites europeias: 1- Monaco

Principado de Monaco
Principado de Monaco

Palco de vitórias inesquecíveis de Ayrton Senna e de filmes como Ladrão de Casaca (1955) e Homem de Ferro 2 (2010), Monaco tem uma história que data do século XIII, mais precisamente desde 1297. Desde 1419, salvo alguns períodos, os Grimaldi reinam no território de 2 km². Além do tradicional circuito de Fórmula 1, Monaco possui um clube de futebol, o ASM.

Fundado em 1924, alcançou a primeira divisão em 1953. Estreou nas competições europeias justamente na Copa dos Campeões de 1962, junto com o Tottenham, mas foi eliminado na fase preliminar, pelo escocês Rangers. Nos anos seguintes não obteve muito sucesso na Liga, chegando a oscilar entre a primeira e segunda divisões.

Nos anos 80, as conquistas voltaram: Venceu a Copa da França em 1980 e 1985 e a Liga em 1982, porém o sucesso não se estendeu ao plano europeu, sucumbindo na primeira fase para clubes como Dundee, CSKA Sofia e Universitatea Craiova.

Temendo um segundo período de vacas magras, o clube contratou o então desconhecido Arsène Wenger, que havia treinado o Nancy sem muito destaque.  Sob o comando de Wenger, o Monaco passou por uma de suas fases mais vitoriosas com ótimas contratações como George Weah, Glenn Hoddle, Jürgen Klinsmann e Youri Djorkaeff.

Esse homem já era familiarizado há tempos com o vermelho e branco.
Esse homem já era familiarizado há tempos com o vermelho e branco.

 

A academia do clube revelou os futuros Campões Mundiais Emmanuel Petit, Lilian Thuram e Thierry Henry. Wenger ficou no Monaco até 1994. Nesse período, o clube alcançou sua primeira final europeia, perdendo a Recopa para o Werder Bremen em 1992.

Doze anos depois o Monaco chegou a sua segunda final; desta vez da Champions League, comandado por Didier Deschamps. Desde a primeira final, o ASM enfrentou clubes ingleses em 12 oportunidades, vencendo 6 vezes, empatando 3  e perdendo outras 3.

Le passer de ASM aux les clubs anglaises:

  • Eliminado da primeira fase da Copa da UEFA 1995–96 pelo Leeds United (1–3 no agregado)
  • Venceu o Newcastle nas quartas de final da Copa da UEFA 1996-97 (4-0 no agregado)
  • Eliminou o Manchester United nas quartas de final da Champions League 1997-98 (1-1, avançou nos gols fora)
  • Eliminou o Chelsea nas semifinais da Champions League 2003-04 (5-3 no agregado)
  • Enfrentou o Liverpool na primeira fase da Champions League 2004-05 (1-0 no Louis II e 0-2 em Anfield)
  • Eliminou o Arsenal nas oitavas de final da Champions League 2014-15 (3-3 no agregado, mas marcou mais gols fora)

Pelo retrospecto, o Monaco é uma equipe encardida quando enfrenta clubes ingleses.

Meu pitaco: 2-1 para os rouge et blanc. Esse ano nosso grupo da Europa League está bem equilibrado, mas nada que comprometa a nossa classificação, mesmo com esse possível tropeço.

Se você gostou desta matéria, muito obrigado – ou como dizem na França, merci beacoup 🙂

 

COME ON YOU SPURS!

 

 

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

marcospassarella

Latest posts by marcospassarella (see all)