COC – Tottenham 1×2 Arsenal

Nesta quarta-feira, 23, o Tottenham recebeu o Arsenal pela 3ª fase da Capital One Cup, a Copa da Liga, caindo precocemente na competição no primeiro North London Derby travado na temporada. Foi uma derrota amarga, na qual o time criou para vencer, mas esbarrou na boa atuação defensiva do adversário e nos diversos erros no mesmo setor só que próprio.

Os dois treinadores enviaram esquadrões mistos a campo. Mauricio Pochettino alinhou o Tottenham da seguinte maneira: Vorm; Trippier, Fazio, Wimmer, Rose; Dier (N’Jie), Carroll; Chadli (Dele Alli), Eriksen, Townsend (Son); Kane. Já Arsene Wenger mandou os seguintes jogadores a campo: Ospina; Debuchy, Mertesacker, Chambers, Gibbs; Arteta, Flamini; Campbell, Ramsey, Chamberlain; Giroud.

O jogo foi equilibrado, com o Tottenham levemente superior, principalmente quando contava com os avanços de Danny Rose pela lateral esquerda. Porém, sempre que a bola era recuada até o zagueiro Fazio, o Arsenal conseguia um contra-ataque a partir de uma saída de bola errada dos Spurs. Foi aproveitando uma saída errada do Tottenham, só que de Dier, que o Arsenal chegou ao seu primeiro gol: Chamberlain arrancou pela esquerda, cortou pro meio e finalizou, Vorm rebateu mal e Flamini abriu o placar.

A primeira etapa acabou em 1 a 0 para o time de vermelho, que sucumbiu à pressão dos mandantes logo no começo da segunda etapa, quando, em jogada de Chadli, Chambers mandou o cruzamento do belga contra o próprio patrimônio, decretando a igualdade no placar. Eis que veio o momento chave da partida: escanteio para o Tottenham, Towsend acha Kane na área e o centroavante acerta um lindo volêio, mas Kieran Gibbs tira a bola no limite de sua circunferência adentrar em totalidade à meta adversária.

Mathieu Flamini decidiu a partida com os dois tentos do rival - Foto: GOAL
Mathieu Flamini decidiu a partida com os dois tentos do rival – Foto: GOAL

A má fase de Kane não foi espantada por pouco, mas a ruindade de Fazio continuou a dar as caras. O zagueiro argentino desviou para trás um lançamento de Sánchez: Flamini viu a bola cair mansamente e se posicionou para acertar um chutaço do meio da rua e dar números finais à partida, já que os Spurs não conseguiram reverter o resultado negativo de 2 a 1.

O Tottenham caiu precocemente de uma competição da qual foi finalista na temporada passada: não faltou luta, mas faltou maior segurança defensiva, que vinha tendo com a zaga titular, já que havia conseguido três clean sheets consecutivos na Liga Inglesa e faltou maior aproveitamento das chances criadas. A próxima parada dos Spurs é contra o Manchester City, neste sábado, pela English Premier League.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Lucas Colenghi

Mineiro de Uberaba (no Triângulo Mineiro). Licenciado em Letras com Habilitação em Português e Inglês pela UFTM. Tenho 22 anos e as duas coisas que eu mais odeio no mundo são: 1- acordar cedo; 2- escanteio curto. Gostar de futebol é legal até você resolver torcer para um time: com o Tottenham não é diferente.