Ainda há esperanças com Erik Lamela?

Quando o Tottenham vendeu Gareth Bale para o Real Madrid por €100 milhões já era esperado um substituto para a camisa 11. Nomes como James Rodriguez, na época ainda no Porto, eram fortemente especulados aqui, mas por fim o escolhido foi o talentoso argentino da Roma, Erik Lamela, que custou aos cofres londrinos €30 milhões. Caro demais? Pra quem tinha feito 15 gols e distribuído 7 assistências na última temporada o preço parecia ser justo. Parecia.

O jogador chegou como a reposição imediata de Bale, e na visão do diretor Franco Baldini, tinha características parecidas com o galês. Canhotinha eficiente, visão de jogo apurada e o menos importante: até o cabelo lembrava. Mas logo na sua primeira temporada as lesões apareceram e o jogador só conseguiu nove jogos na Premier League, seis como titular, três vindo do banco e anotou apenas uma assistência.

Agora vai? (Foto: Reprodução/teamtalk)
Agora vai? (Foto: Reprodução/teamtalk)

Cada vez mais questionado pela torcida o jogador entrou na temporada 2014-15 pronto para mostrar serviço, mas apesar do esforço, tudo se resumiu em alguns lampejos de habilidade e do velho Lamela. Em 33 jogos conseguiu dois gols e sete assistências (liderando a equipe neste quesito), nada mais do que isso.

Podem ter sido geradas algumas precipitações nesse percurso, pois afinal quantos substitutos a altura do Bale temos no futebol mundial? Quantos estariam prontos para chegar e decidir assim como o galês vinha fazendo? Lamela carrega até hoje um peso que é intrínseco ao valor pago pelo seu passe e que faz com que todo torcedor lembre primeiramente em suas cifras e não em seu futebol.

Fica rico, meu filho! (Foto: Reprodução/The Guardian)

Bale também precisou de algumas temporadas para ter toda a credibilidade conquistada, mas não que isso sirva de comparação entre os dois meias, pois Bale se encaixou e se destacou em um time que possuía muitas estrelas, ao contrário do Lamela que veio em um período de reformulação no elenco do clube. A verdade é que comparar os dois já é algo obsoleto, Erik viveu e vive períodos de inconstância nos Spurs, tenha visto que o mesmo quase saiu por empréstimo na última janela de transferência. Após uma pequena evolução nos últimos jogos todos voltamos a ter esperanças e questionamentos sobre o camisa 11.

Mas ainda é cedo para qualquer conclusão. Com toda certeza o nosso glorioso argentino ainda trará boas e longas discussões sobre seu percurso no Tottenham e teremos que inevitavelmente esperar para ver esse desfecho. A esperança é de que ele consiga finalmente se firmar na equipe, agora que já se mostra plenamente adaptado ao ritmo insano do futebol inglês, bem distante da morosidade italiana. Cabe a ele provar que é um jogador apto a resolver em nosso favor. Vale a aposta?

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

joaobucchi

Paulista do interior, amante de todos esportes que envolvem bola, em especial o futebol, e eterno sofredor por torcer pro Tottenham.

Latest posts by joaobucchi (see all)

  • Wagner

    Acredito que ele será útil, como foi nas últimas partidas. Infelizmente não será o astro que esperávamos…