Southampton 2×2 Tottenham

O tão aguardado confronto direto entre Southampton e Tottenham ocorreu na manhã deste sábado (25), no St. Mary Stadium e terminou empatado. Tecnicamente, foi um bom jogo e repleto de estratégia. No entanto, ocasiões de gol foram raras, de lado a lado. No final, o placar de 2 a 2 acabou justo e mais benéfico ao Tottenham, que segue à frente de seu concorrente na tabela. Graziano Pellé marcou os dois gols do time da casa, enquanto Erik Lamela e Nacer Chadli anotaram para os Spurs.

Ronald Koeman mandou um time mais defensivo que o comum, com um zagueiro atuando como volante e meias laterais que preenchiam bem os espaços e bem qualificados no passe. A infiltração ficava a cargo de Sadio Mané, que infernizou a defensiva dos Spurs com muita movimentação e o dobro de simulações, que normalmente eram prontamente assinaladas pelo árbitro. Os mandantes alinharam-se com Davis; Clyne, Fonte, Yoshida, Bertrand; Alderweireld, Schneiderlin, Ward-Prowse, Davis, Mané; Pellé. Já os comandados de Pochettino, que voltava pela primeira vez à sua antiga casa, tiveram o providencial retorno do capitão Lloris, além dos desfalques de Paulinho e Rose; Assim, tiveram como time base: Lloris; Dier, Fazio, Vertonghen, Davies; Bentaleb, Mason, Eriksen, Lamela, Chadli; Kane.

Foto: Reprodução / The Guardian

Já no início do jogo os Saints buscaram pressionar e eram muito mais agudos, especialmente nas subidas pelos laterais. O Tottenham buscava ter a posse de bola e até conseguia, mas era nulo no quesito penetração. A primeira ocasião de gol foi dos mandantes e somente aos 24 minutos de jogo, quando Schneiderlin completou cruzamento e Lloris botou para escanteio. O primeiro gol do Southampton sairia antes mesmo do primeiro chute a gol dos visitantes. Aos 29′, Mané fez boa jogada e perdeu para Fazio. O rebote espirrou para Mason que escorregou e deu um passe na fogueira para Davies. O lateral foi mole, tentou proteger e perdeu para Pellé, que chegou decidido e tocou de direita para abrir o marcador. Lambança pura.

A primeira conclusão a gol do Tottenham foi gol. Cruzamento de Dier, Kane desviou de leve e a bola tocou no braço de Lamela, tomando o caminho do gol. Kelvin Davis tentou evitar, em vão. Mão que ninguém viu, o gol valeu e o empate foi decretado aos 43′. Na etapa complementar, o Tottenham conseguiu melhorar um pouco, mas não finalizava. O castigo veio a galope, quando Shane Long fez cruzamento perfeito na área, Pellé ganhou com incrível facilidade de Fazio e estufou as redes de Lloris. Os Spurs conseguiram então sua segunda finalização no jogo e novamente foram prolíficos. Dier fez belo passe em profundidade para Chadli, pela direita da área. O belga-chuquinha-Chadlimovic chutou cruzado de direita e não perdoou.

Os Saints ainda tentaram uma pressão no fim do jogo mas sem concluir em grandes ocasiões de gol. Findado o empate, o Tottenham chegou aos 58 pontos, assim como o Liverpool que também empatou na rodada e tem um jogo a menos, na sexta posição. O Southampton vem logo atrás, com um ponto a menos. Restando 4 partidas a disputar, as chances de classificação a Liga dos Campeões parecem cada vez mais um devaneio. E a Liga Europa se torna cada vez mais um desafio palpável. Na próxima rodada, os Spurs recebem o Manchester City, no próximo domingo (3) às 12h, em White Hart Lane.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)

  • wagner

    o Mason caiu bisonhamente e o Davies correu pra não chegar na bola. E o “Chadlimovic” salvando a lavoura. Oh, sofrência!