Harry Kane junta-se à ilustre lista dos 30 gols

O site oficial do Tottenham publicou uma matéria em homenagem a Harry Kane, que se juntou a renomados jogadores do passado do clube a marcarem 30 gols em uma temporada, tendo conquistado esse feito no domingo, na vitória por 3 a 1 contra o Newcastle no St. James Park. Ele se tornou o 10 jogador a realizar tal proeza desde que o clube se afiliou à Football League em 1908-1909.

Harry Kane marcou seu 30º gol na temporada contra o Newcastle – Foto: THO

Bert Bliss foi o primeiro a conquistar tal feito, em 1919/20, com 33 gols. E isso se repetiu por 19 vezes, por 9 jogadores, incluindo Harry. Sem surpreender, o grande Jimmy Greaves lidera a lista, atingindo a marca dos 30 gols em seis ocasiões, colaborando para seu recorde de 266 gols, pelo Tottenham, em 379 partidas. Bobby Smith repetiu a marca em 4 oportunidades, tornando o ganhador de um Double, pelo clube, o segundo da lista, atrás de Greavsie, com 208 gols em 317 jogos.

Martin Chivers, nosso maior artilheiro de todos os tempos da Copa da Liga e, até recentemente, da Europa (sendo ultrapassado por Defoe na temporada passada), é o terceiro da lista, tendo repetido a marca dos 30 gols por duas vezes, em 1971/72 e 1972/73. Mais recentemente, Clive Allen bateu um recorde do clube, com 49 gols em 1986-87, enquanto Garry Lineker foi o último jogador, antes de Harry, a atingir os 30 gols, com 35 em 1991/92.

O clube dos 30:

Bert Bliss – THO

Vindo do Willenhall em 1912, Bliss foi o artilheiro em um ano de rebaixamento do Tottenham, em 1914/15, mas após a Primeira Guerra Mundial, ele marcou 31 gols no ano da promoção à primeira divisão. Ele ainda marcou duas vezes na semifinal, contra o Preston, da FA Cup que vencemos em 1921. Bliss marcou 104 gols em 215 jogos pelo clube, de 1912 a 1920, tendo feito 33 gols em 46 jogos da temporada 1919/20.

Ted Harper – THO

Foi contratado junto ao Sheffield Wednesday em 1929. Harper entrou para a seleta lista dos 30 gols em 1930/31, com 36 gols marcados, na Liga Inglesa, um feito que aconteceu mesmo com uma contusão que o tirou de 6 dos últimos 8 jogos da temporada. Ele foi negociado com o Preston em 1931 e foi artilheiro em North End, um feito conquistado pela terceira vez em sua carreira, por três clubes diferentes. Pelo Tottenham, de 1929 a 1931, foram 63 gols em 67 jogos, com 37 gols em 32 jogos na temporada em que entrou para o clube dos 30.

George Hunt – THO

Conhecido como o ‘Chesterfield Tough’ (Bruto de Chesterfield), o selecionável inglês, Hunt, se juntou ao clube vindo, justamente, do Chesterfield, em 1929, e tomou conta do ataque com a contusão de Ted Harper ao final da temporada de 1930/31. Manteve-se no clube e conduziu a equipe de volta à primeira divisão em 1933. Foram 138 gols em 198 jogos, de 1930 a 1937, com 36 gols, em 43 jogos, na temporada 1932/33, e 35 gols, em 43 jogos, na temporada 1933/34, nas duas vezes que bateu a marca dos 30 gols.

John Morrison – THO

O terceiro de nossa trilogia de atacantes letais da década de 1930, junto com Harper e Hunt. Morrison teve sua chance com a contusão de Hunt, em 1935, e foi artilheiro do clube em 1936/37. Tendo sido chamado na primeira leva de soldados para a Segunda Guerra Mundial, Morrison jogou apenas uma partida após isso, se aposentando logo em seguida. De 1933 a 1939, foram 101 gols em 154 partidas, marcando 35 gols em 37 ocasiões, na temporada 1936/37.

Bobby Smith – THO

Com 208 gols em 317 partidas, de 1955 a 1964, Bobby Smith atingiu a marca dos 30 gols em 4 oportunidades. Em 1957/58, foram 38 gols em 40 partidas. Em 1958/59, 35 gols em 40 jogos. Em 1959/60, foram 30 gols em 44 oportunidades. Por fim, em 1960/61, foram 33 gols em 43 ocasiões. O clássico “centroavante à moda antiga”: o estilo arrombador de Smith colocava medo em defensores e goleiros. Artilheiro do time que venceu o double, Smith abriu o placar na final da FA Cup que vencemos em 1961. Nascido em Yorkshire, Smith fez 30 gols, como dito antes, em 4 temporadas consecutivas. Ainda marcou gol na final da FA Cup de 1962 e disputou a final da Cup Winners Cup (Copa dos Vencedores de Copas), que vencemos em 1963.

Jimmy Greaves – THO

O maior artilheiro de sua e quiçá de qualquer era, Greavsie é o nosso grande goleador de todos os tempos, batendo a marca dos 30 gols em 6 de suas 9 temporadas pelos Spurs. Contratado junto ao AC Milan, por Bill Nicholson, em dezembro de 1961, fez parte de uma esquadra que ganhou um double e logo de cara marcou 30 gols, mesmo sem ter estreado antes de 16 de dezembro. Ele marcou na final da Fa Cup de 1962, da final da Cup Winners Cup de 1963 e ainda mais um na final da FA Cup de 1967. Ele está em quarto na lista de artilheiros da Inglaterra, com 44 gols em 57 jogos. Foram 266 gols em 379 jogos pelo, clube, de 1961 a 1970. As temporadas batendo a marca dos 30: 30 gols, em 31 jogos, em 1961/62; 42 gols, em 48 jogos, em 1962/63; 36 gols, em 45 jogos, em 1963/64; 35 gols, em 45 jogos, em 1964/65; 31 gols, em 42 jogos, em 1966/67; e 36 gols, em 52 jogos, em 1968/69.

Martin Chivers – THO

O ponta de lança do time vencedor, de Bill Nicholson, na década de 1970. O “Big Chiv” (Grande Chiv) se juntou ao clube, em 1968, vindo do Southampton, para fazer história. Marcou duas vezes, liderando a conquista da Copa da Liga em 1971 e mais duas vezes na vitória que nos deu o título da Copa da UEFA, de 1972, contra o Wolverhampton. Bateu a marca dos 30 duas vezes e, ainda, fez 29 em 1970/71. Foram 174 gols em 367 partidas, de 1968 a 1976, com 42 gols marcados, em 62 jogos, em 1971-72, e 33 gols, em 65 partidas, em 1972/73.

Clive Allen – THO

Filho do vencedor de um doble, Les Allen, Clive tem o recorde de mais gols em uma única temporada, com uma campanha excepcional em 1986-87. Mortal no esquema 4-5-1, de David Pleat, fez 33 gols na Liga Inglesa, em 1986/87. em que terminamos em terceiro, e mais 16 na campanha do vice-campeonato da FA Cup de 1987, inclusive marcando na derrota contra o Coventry, na final, em Wembley. Foi nomeado o Jogador da Temporada pela PFA (predecessora da FA) e Jogador do Ano pela Football Writers’ Association. Foram 84 gols em 135 partidas, de 1984 a 1988. Marcando 49 gols em 54 partidas em 1986/87.

Gary Lineker – THO

Letal perto da área, Lineker se juntou ao clube, vindo do Barcelona, em Lethal around the box, Lineker joined us from Barcelona em 1989 e foi junto com a estrela do time, Paul Gascoigne, com a seleção inglesa para a Copa do Mundo de 1990. Nos fez voltar a uma final de FA Cup, em 1991, ao marcar dois gols na histórica vitória contra o Arsenal, na semifinal, em Wembley e marcou 35 gols na campanha de 1991/92 antes de se transferir para o Grampus Eight, do Japão. É o segundo maior artilheiro do English Team, com 48 gols em 80 jogos.  Foram 80 gols, em 138 partidas, de 1989 a 1992.

Harry Kane – THO

Um jovem atacante que apareceu para a Premier League com 3 gols em 3 partidas consecutivas na temporada passada. Sua capacidade goleadora o fez destacar na Europa League, desta temporada, garantindo uma vaga no time na PL, em novembro, para não largar mais, em uma grande temporada 2014/2015, na qual marcou, até aqui, marcou seu primeiro hat-trick, como jogador do Tottenham, e seu segundo hat-trick, mas primeiro na PL. Em 30 anos, o clube voltou a ter um prata-da-casa marcando 30 gols em uma temporada, sendo 20 na Liga Inglesa. Kane é o primeiro jogador, desde Lineker, a alcançar essa marca.Além disso, precisou de, apenas, 79 segundos, para marcar seu primeiro gol pela seleção inglesa, em sua estreia, contra a Lituânia em março! Nesta temporada, foram 30 gols, em 46 partidas, no total, com o clube, são 35 gols em 72 jogos, desde que se tornou profissional, em 2011, tendo passado por outros clubes menores por empréstimo.

Matéria oficial do site

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Lucas Colenghi

Mineiro de Uberaba (no Triângulo Mineiro). Licenciado em Letras com Habilitação em Português e Inglês pela UFTM. Tenho 22 anos e as duas coisas que eu mais odeio no mundo são: 1- acordar cedo; 2- escanteio curto. Gostar de futebol é legal até você resolver torcer para um time: com o Tottenham não é diferente.
  • Vinícius

    E olha que nas primeiras 14 ou 15 rodadas o Kane era reserva na premier league, se Pochettino não ficasse insistindo tanto no futebol improdutivo de Adebayor e Soldado, ele poderia facilmente fechar a temporada com 40 gols.

  • fernando c.

    Greaves e bobby smith! Que dupla de dois genios!!!