Manchester United 3×0 Tottenham

O Tottenham não jogou bem e acabou sendo presa fácil para o Manchester United nesse domingo (15), em duelo válido pela Premier League. Tendo um primeiro tempo desastroso no Old Trafford, a equipe já perdia por 3×0 aos 35 minutos de partida, sofrendo gols de Fellaini, Carrick e Rooney. Com a derrota no confronto direto, os Spurs se distanciam de vez da briga pelo top 4 e amargam a sétima colocação, seis pontos atrás dos adversários de hoje, que fecham a zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões.

Precisando da vitória e com os desfalques de Di Maria e Van Persie, Louis van Gaal escalou sua equipe com De Gea; Valencia, Smalling, Jones, Blind; Carrick, Herrera, Mata, Young, Fellaini; Rooney. Já Pochettino repetiu o Tottenham que conseguiu duas vitórias nas rodadas anteriores, com Lloris; Walker, Dier, Vertonghen, Rose; Bentaleb, Mason, Townsend, Eriksen, Chadli; Kane.

Nos primeiros minutos o United se mostrou nervoso e um recuo estabanado de Jones quase deu um gol para o Tottenham. Mas o meio campo dos visitantes era extremamente inoperante, especialmente a linha de armadores que perdia a bola com facilidade e pouco ajudava no combate. Assim nasceu o primeiro gol dos Red Devils, aos 9 minutos, quando Fellaini se deslocou pela esquerda, Mason não acompanhou, Dier não chegou na marcação e o cabeludo belga finalizou cruzado, de canhota, no canto esquerdo de Lloris, que poderia ter tentado algo melhor.

Foto: Reprodução / Telegraph

Dez minutos depois, o segundo. Cobrança de escanteio, Fellaini ganha de Dier e cabeceia. Chadli tenta cortar e ajeita a bola para Carrick cabecear no cantinho, sem chances para o goleiro francês. Aos 34′, o golpe de misericórdia. Bentaleb erra na saída de bola e dá um presente a Rooney, que passa com ridícula facilidade por Dier (que falhou nos três gols), e finaliza no canto direito de Lloris, que nada pôde fazer. Pochettino colocou Dembelé na vaga de Townsend ainda no primeiro tempo, o que pelo menos serviu para não tomarmos mais gols.

Com Harry Kane muito marcado e todo o resto do time inútil como tem se acostumado, a derrota foi extremamente justa. De positivo talvez, o retorno de Adebayor aos gramados depois de mais de um mês sem ser relacionado, o que é uma esperança de uma alternativa melhor que o nada produtivo Soldado. No próximo sábado o Tottenham recebe o Leicester em White Hart Lane, tentando minimizar a horrorosa atuação de hoje e retornar às vitórias.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)