Tottenham 2×2 West Ham

O Tottenham não jogou bem mas mostrou grande espírito de superação para não sair derrotado de White Hart Lane nesse domingo, quando encarou o West Ham, em partida válida pela 26ª rodada da Premier League. Com pouca inspiração, a equipe de Pochettino viu os Hammers abrirem 2a0 no marcador, com gols de Kouyaté e Sakho, mas conseguiu o empate nos minutos finais por intermédio de Rose e Harry Kane, aproveitando rebote de penalidade sofrida (e perdida) por ele mesmo já nos acréscimos.

Buscando a vitória para não se desgarrar do grupo de classificação a próxima Liga dos Campeões, os Spurs não tinham desfalques para o jogo e Pochettino pode escalar o que melhor tinha do elenco. No entanto, optou por deixar Eriksen no banco e escalar o argentino Lamela pela meia esquerda. O manager argentino mandou a campo Lloris; Walker, Dier, Vertonghen, Rose; Bentaleb, Mason, Dembelé, Townsend, Lamela; Kane. Pelo lado do West Ham, Sam Allardyce parecia propor um estilo de jogo mais direto e aproveitando os contragolpes. Sendo assim, alinhou seu time com Adrián; Jenkinson, Reid, Tomkins, Cresswell; Song, Kouyate, Noble; Downing, Valencia, Sakho.

O Tottenham iniciou tentando uma pressão, mas com pouca efetividade. Bentaleb em bom chute de fora da área deu trabalho a Adrián, enquanto Rose e Kane também tiveram alternativas na cara do goleiro, finalizando por cima e na trave, respectivamente. Muito bem postado em campo, o West Ham não perdeu a calma e foi recompensado aos 22 minutos, quando Dembelé perdeu uma bola na defesa e os visitantes executaram ótima trama com Noble servindo a Cresswell, que cruzou na cabeça de Kouyaté que abriu o placar, finalizando entre os dois zagueiros sem ser incomodado.

Foto: Reprodução / eurosport

Na etapa complementar, Eriksen veio na vaga de Dembelé mas o cenário não mudou. Os erros de passe eram uma constante dos Spurs, que não conseguiam concatenar boas jogadas. Em uma falha coletiva, o West Ham dobrou a vantagem aos 62′. Cruzamento de Noble, a zaga do Tottenham parou pedindo impedimento de Valencia, mas Sakho surgiu por trás de Rose e finalizou com pouco ângulo, vencendo Lloris que não foi bem no lance. Nos minutos seguintes, os Spurs seguiram fazendo uma de suas piores partidas na temporada, mas com uma dose de sorte tudo mudou. Lamela mandou para a área, o goleiro Adrián socou para frente e Danny Rose finalizou mascado. A bola quicou, encobriu o goleiro espanhol e ganhou as redes, aos 81 minutos.

Tendo tempo para buscar o empate, o Tottenham se lançou a frente. Soldado finalizou bem para grande defesa de Adrian. Eriksen bateu falta com perigo e o arqueiro espanhol fez nova intervenção. Quando o cenário parecia definido, já aos 94 minutos, Harry Kane aproveitou a sobra de bola na área e quando armava para o chute foi derrubado pelo volante Song. Pênalti bem marcado. O mesmo Kane foi para a bola e parou no goleiro Adrián, mas no rebote, o artilheiro do time não perdoou e empatou o placar.

Foto: Reprodução / eurosport

Com o resultado, o Tottenham perdeu uma posição na tabela e caiu para o sétimo posto, com 44 pontos, 3 a menos que o Manchester United, que fecha a zona de Champions League. Agora a equipe se concentra em duas decisões na semana. Na quinta, enfrenta a Fiorentina no jogo de volta do mata-mata da Liga Europa e precisa de uma vitória (ou empate a partir de 2 gols) para seguir adiante no torneio. Já no domingo, tem pela frente o rival Chelsea na decisão da Copa da Liga Inglesa.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)

  • fernando c.

    Qualquer dia desses eu infarto. Pq sofrer tanto contra o west ham, que jogou mto bem por sinal