Crystal Palace 2×1 Tottenham

Jogando mal e apresentando novamente as recorrentes falhas defensivas, o Tottenham desperdiçou grande oportunidade de entrar no grupo de classificação para a Liga dos Campeões nesse sábado (10), quando visitou o Crystal Palace, no Selhust Park. Mesmo abrindo o placar com Kane no início do segundo tempo, os Spurs não souberam segurar a vantagem e sofreram a virada com gols de Gayle, de pênalti, e Puncheon. Com o resultado, a equipe estaciona na quinta posição com 34 pontos e pode ser ultrapassada pelo Arsenal, que recebe o Stoke City nesse domingo.

Estreando no comando da equipe pela Premier League, Alan Pardew fez algumas alterações no sistema de jogo da equipe da casa e mostrava a intenção de esperar o Tottenham tomar a iniciativa. Escalou seu Palace com Speroni; Ward, Dann, Delaney, Kelly; McArthur, Ledley, Bannan; Puncheon, Gayle, Murray. Já Pochettino tentava manter o bom momento do seu Tottenham e finalmente ascender as primeiras colocações. Para isso, mandou a campo Lloris; Walker, Fazio, Vertonghen, Rose; Stambouli, Dembélé, Townsend, Eriksen, Chadli; Kane.

Foto: Reprodução / Reuters

O primeiro tempo foi muito ruim. O Palace muito fechado e o Tottenham sem criatividade, a espera de um milagre de Kane ou Eriksen. O dinamarquês teve excelente chance, na pequena área, mas bateu desequilibrado para fora. O time da casa também teve grande chance para marcar, quando a defesa do Tottenham parou e a bola chegou livre para o centroavante Murray, que bateu para grande defesa de Lloris.

A segunda etapa começou a mil e logo a 3 minutos os Spurs abriram o placar. Bom passe de Chadli para Kane que dominou e bateu cruzado, no canto direito baixo do goleiro Speroni, que nada pode fazer. Com a vantagem o Tottenham controlava as ações até os 68′, quando Stambouli deu carrinho imprudente na área e o árbitro marcou pênalti sobre Ledley. Aparentemente, o volante tocou apenas na bola mas o árbitro não ligou para os protestos. Gayle bateu forte no canto direito e empatou o placar. Dez minutos depois, veio a virada. Zaha fez grande jogada pela esquerda, passou por Eriksen e Walker, tocando para Puncheon chutar firme no canto esquerdo e sacramentar o placar.

O Tottenham ainda tentou pressionar nos minutos finais, mas não conseguiu chegar a constituir perigo à meta de Speroni. O resultado foi um balde de água fria na esperança de entrar no G4, aproveitando o mês de janeiro de jogos contra equipes de menor expressão. Na próxima quarta-feira (14), os Spurs voltam a campo, dessa vez contra o Burnley, pelo replay da FA Cup. O próximo embate do time de Pochettino pela liga será no sábado (17), contra o Sunderland. Ambas as partidas serão realizadas no White Hart Lane.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)

  • Rafaelhsouza

    Performance deprimente…jogo ruim demais! No primeiro tempo o Tottenham até teve mais posse de bola, mas não criou nada. No segundo tempo, apesar do gol, o time parece que nem entrou em campo…futebol extremamente sem graça…a derrota foi merecida, no segundo tempo o Palace estava com muito mais vontade. Perdemos a chance de terminar essa rodada muito bem…