AVB abriu o jogo

Um exato ano após deixar o clube, André Villas-Boas resolveu falar sobre o que realmente aconteceu em sua passagem pelo Tottenham, em uma entrevista concedida a uma TV Portuguesa.

André Villas-Boas teve uma passagem curta, mas cheia de histórias nos Spurs – Portugoal.net

As falas aqui neste texto são adaptações das originais, encontradas, em inglês, no site Portugoal.net.

“Vim para o Zenit pois queria fugir dos holofotes da mídia. Estava cansado do sensacionalismo e das falsas promessas.”.

“O Tottenham bateu o recorde de pontos e vitórias em minha primeira temporada, perdendo a vaga na Champions League por um ponto, mas tendo feito uma boa campanha na Europa League. Na segunda temporada, quando saí tinha mais pontos do que no mesmo momento da temporada anterior. Acabei deixando o clube em um acordo mútuo – não foi uma demissão – porque dei todo suporte a Franco Baldini, que, por outro lado, tinha ambições diferentes, significando que contratou jogadores com o perfil que eu não desejava.”.

“O presidente (Levy) me propôs um desafio de fazer o Tottenham crescer competitivamente, mas imediatamente Modric saiu e não contrataram nenhum dos alvos que indiquei, como João Moutinho, Willian, Oscar ou Leandro Damião. Em dois anos, perdi Van der Vaart, Modric, Bale e todas as promessas foram quebradas. Mas não vejo o Tottenham como uma experiência negativa. Foi algo que eu precisava.”.

Com todos os prós e contras da passagem de AVB no comando do Tottenham, é inegável que as coisas não caminhavam bem. A contratação de Erik Lamela, por exemplo, foi um desejo somente de Franco Baldini, sem passar pelo aval de Villas-Boas. O português “colocou a boca no trombone”, abriu o jogo. Expôs a diretoria por não cumprir promessas feitas e mesmo assim guarda boas recordações dos Spurs.

Paul Mitchell já foi contratado para cuidar melhor das contratações, Baldini vem perdendo terreno no alto escalão da diretoria lillywhite, será que o italiano fica? A verdade é que a contratação do ex-diretor da Roma se mostra, a cada dia que passa, um erro gigante.

Matéria original: http://www.portugoal.net/portuguese-abroad/114-avb-i-ve-had-my-fill-of-media-sensationalism-and-false-promises

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Lucas Colenghi

Mineiro de Uberaba, no Triângulo Mineiro, graduando em Licenciatura em Letras com Habilitação em Português e Inglês. Tenho 21 anos e as duas coisas que eu mais odeio no mundo são: 1- acordar cedo; 2- escanteio curto. Gostar de futebol é legal até você resolver torcer para um time: com o Tottenham não é diferente.

Latest posts by Lucas Colenghi (see all)