Hull City 1×2 Tottenham

Neste domingo, 23, o Tottenham foi até o KC Stadium enfrentar os anfitriões do Hull City. Com ambas as equipes em momento ruim na temporada, a vitória era essencial para ambos os lados. O que se viu foi um jogo fraco tecnicamente, até a expulsão de Gastón Ramírez do lado do Hull City e ela foi determinante para que os Spurs virassem o jogo a seu favor e confirmassem a vitória, por 2 a 1, com destaque para a atuação de Christian Eriksen.

Soldado comemora o gol de empate do Tottenham com Harry Kane – ESPN.

Steve Bruce mandou um time com meio campo reforçado para a partida: McGregor; El Mohamady, Dawson, Davies, Robertson; Livermore, Huddlestone (Rosenior); Ben Arfa (Meyler), Gastón Ramírez, Brady(Quinn); Jelavic. Já Pochettino, com nove desfalques por lesão, muitos de última hora, como Chadli, Kaboul e Adebayor, mandou o que tinha de melhor a campo: Lloris; Dier (Chiriches), Fazio, Vertonghen, Davies; Mason, Dembélé (Lennon); Lamela, Eriksen; Kane, Soldado (Paulinho).

A partida começou num ritmo lento, o Tottenham tentava manter a posse de bola – como sempre – e o Hull abusava dos lançamentos longos. Numa das raras chegadas do Hull – que mesmo escassas eram perigosas – a bola foi mal rebatida pela defesa e Livermore, aos 8 minutos de jogo, encheu o pé de fora da área, rasteiro, para abrir o placar. O primeiro tempo foi fraco, o Hull ainda chegou mais duas vezes, em uma Lloris fez uma intervenção importante e, na outra, Ben Arfa isolou boa chance para os Tigers.

O segundo tempo do Tottenham precisava ser melhor, o time estava preguiçoso. Chiriches entrou no lugar de Dier pela lateral direita, para reforçar o setor. O Tottenham tentava tomar conta do jogo, que estava muito truncado, pela péssima arbitragem que fazia Craig Pawson. Aos 5 minutos do segundo tempo, Ramirez teve um entrevero com Vertonghen e acertou um tapa nas pernas do belga. O juiz foi alertado por seu auxiliar e expulsou – rigorosamente – o meio campista uruguaio. A partir da expulsão, o Tottenham tomou conta do jogo totalmente, foram mais de 85% de posse de bola na etapa complementar e inúmeras finalizações. Soldado e Harry Kane perderam chances preciosas, mas antes disso o empate havia sido alcançado. Eriksen bateu uma falta, da intermediária, na trave, a bola bateu em McGregor e sobrou no meio da área para Harry Kane completar para o gol vazio. As tentativas foram muitas e o Hull não conseguia contra-atacar a equipe. A entrada de Lennon foi primordial para a equipe amassar seu adversário no campo de defesa dele. Mas o segundo gol só saiu aos 45 minutos da etapa final. Paulinho, que havia entrado no lugar de Soldado, contundido, puxou a marcação para que Eriksen avançasse livre e fuzilasse o canto baixo de McGregor, decretando a vitória do Tottenham em 2 a 1.

Com o resultado, o Tottenham sobe da décima segunda para a décima posição na tabela da Barclays Premier League, com 17 pontos, a 2 atrás do quarto colocado, Manchester United.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Lucas Colenghi

Mineiro de Uberaba, no Triângulo Mineiro, graduando em Licenciatura em Letras com Habilitação em Português e Inglês. Tenho 21 anos e as duas coisas que eu mais odeio no mundo são: 1- acordar cedo; 2- escanteio curto. Gostar de futebol é legal até você resolver torcer para um time: com o Tottenham não é diferente.

Latest posts by Lucas Colenghi (see all)

  • wagner

    Quero saber é quando que esse time vai jogar bem. Todo jogo torcendo pra vitória cair do céu é tenso.

  • Vinícius

    Provavelmente vai demorar pro time jogar bem, nossos únicos jogos que apresentamos futebol de UCL foi contra o QPR (talvez o único jogo que o nosso meio de campo se entendeu de verdade), contra o arsenal (parte defensiva monstra e garra), contra o West Ham (só considero porque jogamos com 1 a menos o jogo todo e porque os hammers estavam em casa e estão fazendo uma boa temporada) e contra o Asteras (mas o Asteras é café- com- leite, muito fraco). Isso dá uma média de 1 jogo bom a cada 5 jogos mais ou menos.

    Fora Pocchettino!

  • Lucas Andriuk

    Vamos ver contra o everton no domingo se o time embala de vez…