Dawson: impressões sobre o Tour

O Tour do Tottenham na América do Norte foi um sucesso: o time pôde por em prática a nova filosofia de jogo que está sendo implantada por Mauricio Pochettino, a torcida compareceu em massa e o clube teve sua marca divulgada no mercado americano.

Sobre o Tour, Michael Dawson foi mais um do clube que se posicionou:

Dawson e Townsend – Tottenham Hotspur Official

“Eu disse antes do Tour que a América do Norte é um grande lugar para se visitar e foi fantástico novamente.”

Dawson, quando a equipe desembarcou em Seattle – Tottenham Hotspur Official

“Tivemos um grande número de torcedores nos acompanhando nos EUA eno Canadá e isso foi possível de se perceber em Seattle, Toronto e Chicago. A torcida foi incrível, não esqueço o barulho dos fãs em Chicago no sábado.”.

Dawson dando autógrafos aos fãs – Tottenham Hotspur Official

“Foi divertido visitar lugares diferentes. O episódio do lançamento de peixe em Seattle foi uma nova experiência e eu ainda consegui pegar um!”

“Tivemos duas vitórias e um empate, mas isto não é sobre os resultados. O que interessa é nosso condicionamento físico e o trabalho com o novo sistema de jogo.”.

“No geral, foi como vocês devessem ter esperado: trabalho árduo, jogos duros e apoio da torcida. Agora é Helsinque!”.

Restante da pré-temporada:

O Tottenham ainda fará duas partidas amistosas para encerrar a preparação de pré temporada. Nosso próximo jogo será na Finlândia, contra o campeão da Scottish Premier League, o Celtic, neste sábado.

E depois teremos um grande amistoso contra os alemães do Schalke 04, no sábado subsequente ao do amistoso contra o Celtic, dia 9, no White Hart Lane.

A abertura da Premier League, para o Tottenham, será no dia 16, também em um sábado, contra o West Ham, no dia 16.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Lucas Colenghi

Mineiro de Uberaba (no Triângulo Mineiro). Licenciado em Letras com Habilitação em Português e Inglês pela UFTM. Tenho 22 anos e as duas coisas que eu mais odeio no mundo são: 1- acordar cedo; 2- escanteio curto. Gostar de futebol é legal até você resolver torcer para um time: com o Tottenham não é diferente.