Eriksen: Nosso desempenho contra os grandes precisa melhorar

Apesar de uma temporada irregular por parte do Tottenham em 2013/2014, não se pode negar que o fator que mais pesou para que a equipe terminasse o campeonato apenas na 6ª colocação tenha sido o mau desempenho contra os times que ocuparam o G-4: Manchester City, Liverpool, Chelsea e Arsenal. O Tottenham perdeu 7 dos 8 jogos realizados contra estas equipes, a maioria de goleada. O outro resultado foi apenas um empate em 1 a 1, contra o Chelsea em White Hart Lane.

Dentre essas derrotas, as duas por 1 a 0 nos North London Derby nem chamam atenção, se comparadas às goleadas sofridas. 6 a 0 e 1 a 5 contra o Manchester City, 0 a 5 e 4 a 0 contra o Liverpool e 4 a 0 contra o Chelsea. Somando tudo, o Tottenham sofreu 27 gols e marcou apenas 2 contra os times do G-4 da última Premier League, tendo somado apenas 1 ponto dos 24 disputados contra essas equipes.

Se o time pretende alcançar seu principal objetivo, que é chegar à próxima UEFA Champions League, esse panorama contra os grandes precisa mudar.

Perguntado sobre o que esperava da temporada dos Spurs em 2014/2015, Eriksen deu declarações justamente nesta toada:

Eriksen acredita que se o time quer chegar à UCL, precisa melhorar sem desempenho contra os clubes top da Premier League – PA/Daily Mail

“Nós fomos bem contra a maioria dos outros times, mas contra os times top não fomos muito bem e fomos batidos de uma forma bem ruim.”.

“Eu não sei o por quê de isto ter acontecido.”.

“No começo do jogo você, realmente, não pensa sobre isto. Você só pensa que é mais um jogo.”.

“Mas quando você começa a perder de 3 ou 4 a 0, você começa a perceber que está em uma bagunça bem grande.”.

Matéria do Daily Mail: http://www.dailymail.co.uk/sport/football/article-2705299/Christian-Eriksen-admits-Tottenhams-record-against-big-clubs-MUST-improve-make-Premier-League-four.html

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Lucas Colenghi

Mineiro de Uberaba (no Triângulo Mineiro). Licenciado em Letras com Habilitação em Português e Inglês pela UFTM. Tenho 22 anos e as duas coisas que eu mais odeio no mundo são: 1- acordar cedo; 2- escanteio curto. Gostar de futebol é legal até você resolver torcer para um time: com o Tottenham não é diferente.
  • Sou fanático pelo Tottenham, temporada passada era duro ver meu time literalmente ser espancado dentro de campo por outros adversários diretos por vagas em Champions League e talvez até pelo título, o que me marcava ainda mais era ver que os erros eram frequentes,e muitos deles dentro de casa. Enquanto os jogadores comemoravam os gols nem me abatia tanto assim, o que me abatia era ver que eles já marcaram gols e nem reagiam mais de tão simplório que o gol era.
    Ainda que agora o time possui um jogador que não têm medo de expor o que está acontecendo, perfeitas foram suas palavras, bagunça, representa perfeitamente o que foi o time do Tottenham na última temporada.
    Espero que a diretoria veja o descontentamento dos jogadores e continue se mexendo, na minha opinião um buraco já foi tapado com a chegada de Ben Davies, agora nos falta alguém que complete a zaga, e um jogador que faça com que Aaron Lennon tenha medo de perder sua vaga, assim rendendo mais dentro de campo.
    Nunca me deixei abater por piadinhas e provocações por parte dos amigos sobre essas goleadas, nunca deixei de acompanhar todos os dias os sites esportivos com notícias e rumores sobre o time, seja em português ou inglês, nunca vou deixar de ser um grande fã do Tottenham Hotspur, mas sinceramente dizendo, pensar em conquistas e títulos agora, só se eu estiver com a cabeça no travesseiro.