Era melhor ter ido ver o Pelé…

Norwich e Tottenham fizeram nesse domingo um dos mais nojentos jogos de futebol da história da Premier League. Dois times fracos, absolutamente descoordenados ofensivamente e mostrando a exuberante incompetência de seus avantes. Melhor para os Canários que aproveitaram uma rara boa oportunidade e marcaram seu tento através de Robert Snodgrass.

Lembro-me bem de como era animador saber que ‘hoje tem jogo do Tottenham’ a alguns anos atrás. No período do velho Redknapp, com aquele elenco que tinha Crouch, Defoe, Modric, Bale, Lennon e até mesmo ‘nabas’ como Pavlyuchenko, Gudjhonson e Darren Bent. Antes ainda, no período Juande Ramos, com Robbie Keane, Berbatov, Woodgate e King na zaga… A nossa atual mediocridade é revoltante. Não me alarmei muito com a atuação frente ao Dnipro, na quinta. Era um time alternativo. Porém, mesmo com os ditos titulares, o time mostra um problema muito grave: falta de qualidade.

Foto: Reprodução / Google Images

Caçar bruxas e buscar explicação acaba sendo um exercício válido. As três grandes apostas para a temporada (Soldado, Paulinho e Lamela) fracassaram miseravelmente. Paulinho marca raros gols mas não faz as funções que cabem a um jogador de meio campo. Não tem um bom passe, não marca, não divide bolas… Apenas se projeta ofensivamente para fazer gols. Isso seria papel de um atacante e mesmo analisando como um avante, Paulinho é um fracasso retumbante. Torcedores do Corinthians, desprendam a imagem do camisa 8 daquele que jogava em seu clube. Pouco interessa o que ele fez na liga da mata atlântica, como diria o ‘zoeiro’ Joey Barton. Na Premier League é um ilustríssimo zero a esquerda.

Lamela mal jogou. Quando esteve em campo, enganava um pouco, tentava os dribles manjados que aparentemente funcionavam na Itália e invariavelmente perdia as jogadas. Matava todos os ataques. No fim das contas, foi revelado que o atleta chegou aos Spurs com uma lesão e não estava no melhor de sua forma. Sumiu do time à aproximadamente 2 meses e ninguém sabe muito bem o que aconteceu com o rapaz. É jovem, mostrou boas credenciais no futebol italiano, mas não deixa de ser outra decepção.

O terceiro vértice é o pior de todos. O jogador que teve mais oportunidades e que do auto de seus 28 anos, se porta como um maldito juvenil cabaço e retardado, incapaz de acertar a bola na meta, independente da posição. O nosso camisa 9 é horroroso. Roberto Soldado é uma enganação, um ultraje a camisa que já foi de tantos atacantes de respeito. Vê-lo em campo é clamar pelo retorno do russo Pav, pedir a Deus que Mido volte aos gramados e assuma nossa camisa. Tecnicamente nenhum jogador me enoja tanto quanto esse “matador”.

No fim das contas, André Villas-Boas e Tim Sherwood mostraram durante a temporada total desconhecimento com as raízes do Tottenham. Não somos um time defensivo, somos um time que ataca de forma integral. Muitas vezes desordenada, insana, até bizarra. Mas se perdermos lutando pela vitória, com jogadores se matando em campo, é mais fácil perdoar. Ter uma dezena de jogadores preguiçosos, de qualidade técnica duvidosa e que não demonstram nem vontade de justificar seus pomposos vencimentos é inadmissível. Não temos time para ir a Liga dos Campeões, muito menos para vencer a Europa League. O planejamento mal feito e as péssimas contratações do senhor Franco Baldini jogaram fora a grande oportunidade dos Spurs. Se querem alguma coisa, que comecem a se preparar logo para o próximo ano. Limem as inconhas do time. Todos merecemos ter de volta o prazer em ver os Yids em campo. Ao menos eu julgo merecer. Estão matando o time que aprendi a amar. Estão matando o Tottenham Hotspur.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)

  • Vinícius

    Os únicos jogadores que mereceram meu respeito nesse ano foi os goleiros(lloris e friedel), bentaleb(jogador razoável, mas foi uma surpresa agradável), eriksen(começou lento mas aos poucos foi crescendo de produção) e adebayor(guerreiro)

  • Ricardo Pereira

    Falou tudo! Que temporada decepcionante… e o time anda fazendo partidas medíocres, além da total desorganização, sem sangue, gana, vontade de ganhar.

  • Lucas Colenghi

    Eu até achei que o Sherwood iria ser um treinador ofensivo, mas quando, logo no jogo contra o City, ele abandonou o 4-4-2 para utilizar o 4-5-1 vi que ele era pouco confiante das ações que ele vinha tomando com o time…isso de o time jogar com 4 volantes é a uma aberração que só deu certo contra o Newcastle desorganizado após a saída do Yohan Cabaye. Quero muito que o Sherwood ligue para a Europa League, o título seria ótimo depois dessa temporada horrorosa em que eu não sei julgar qual foi o pior ponto do time: técnicoS, jogadores contratados que não encaixaram, diretoria…de qualquer forma, que continuemos a lutar. #COYS

  • DIEGO CASTANHA

    Concordo, que jogo horrível, nosso ataque é fraco demais, se não fosse a garra do Adebayor estaríamos em posição pior na tabela, Paulinho sobe como um doido pro ataque, quer fazer gol de qualquer jeito pra estar sempre visível até mesmo pro Felipão e o Soldado desde que vi os seus primeiros jogos vi que não daria certo, fraco, sem raça… Enfim, tambem não entendo essas escalações, Erikssen, Sigurdsson, Towsend pra mim mereciam ser titulares, Sigurdsson aliás fez dois gols na vitória contra o mesmo Norwich no primeiro turno.

  • Caio Pereira

    No começo da temporada eu me animei muito com o time, boas contratações, alias, ja tinha comentado antes mesmo do Tottenham se interessar pelo Soldado que ele seria o cara, o matador, seria uma grande contratação, quando veio Lamela, foi um sonho, sou fã dele desde River Plate, apesar de não gostar da venda do Caulker, pensei que nesse ano brigariamos até pelo titulo da PL… Mero sonho… Eu já sofri, quando o Tottenham perdeu pro real, com a expulsão do Crouch, um time guerreiro, que lutou até o fim, hoje? Walker não joga faz tempo, Soldado tá pior que um cone… Mas amanha tem Chelsea, e estarei na frente da TV, gritando, pulando, chingando o Soldado, porque não importa a fase, eu amo esse clube, e estarei ao lado dele nos dias bons e principalmente nos dias ruins!!
    #GoTottenham!!