Pré-jogo: Dnipro x Tottenham

Será a primeira partida de Tim Sherwood pela Europa League desde que assumiu o cargo (Foto: Reprodução/Uefa.com)

O Tottenham volta a jogar nesta quinta-feira (20), quando viaja à Ucrânia para enfrentar o Dnipro. É a partida de ida dos 16 avos-de-final da Europa League.

Tim Sherwood revelou que vai buscar o título da competição, mas deve poupar alguns jogadores nessa partida. Entre eles estão Adebayor, Lennon, Walker, Dembele, Kaboul e Lloris. Lamela, Chiriches e Defoe também ficarão de fora, mas por lesão. Sandro voltou a jogar pela equipe sub-21, mas não deve ser escalado para esse jogo.

Pela equipe rival, o técnico Juande Ramos, que treinou o Tottenham entre 2007 e 2008, terá sua força máxima, incluindo Yevhen Konoplyanka, que foi especulado no próprio Tottenham na última janela de transferências e quase foi contratado pelo Liverpool. A equipe ucraniana não joga desde Dezembro, por conta da pausa no campeonato do país, que sofre com o inverno nesta época.

A bola rola às 15h, no horário de Brasília, e terá transmissão da ESPN Brasil.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.
Made in Bahia, mais especificamente na Região do Sisal. Nordestino com orgulho. Licenciado em Letras com Habilitação em Língua Inglesa e Literaturas. Mestrando em Crítica Cultural. Professor de escola pública que, além de ensinar inglês, doutrina seus alunos, dizendo que não existe nada melhor que futebol - a não ser quando o Tottenham perde. Na equipe Tottenham Brasil desde 2011, escrevendo e soltando o sotaque na apresentação da Rádio TB.

Latest posts by Amarilson Gordiano (see all)

  • Meu Deus do céu, faz 425905099 de anos que o Lamela não joga. Quando é que esse argentino que é o nosso novo Messi vai voltar pra jogar véi???

  • Adriel

    Como Dnipro não joga desde dezembro, isso vai nos ajudar e muito no jogo. O foco continua sendo a Premier League.

  • Lucas Colenghi

    Poupar jogadores era inevitável, alguns jogaram todas as partidas com o Sherwood no comando, caso de Lennon e Adebayor. Porém acredito que ainda iremos com um time competitivo para enfrentar o Dnipro na Ucrânia, algo parecido com o que o Sherwood escalou contra o Newcastle. É a chance, também, de jogadores com o Soldado começarem a aparecer mais e decidir jogos para o time.
    O título da Europa League seria algo sensacional para o clube, até porque a vaga na UCL parece bem difícil, apesar da classificação na tabela, a sequência do time, com alguns clássicos, será bem complicada.