Tottenham 2×0 Crystal Palace

Mesmo não fazendo sua melhor partida na temporada, o Tottenham alcançou nesse sábado (11) a terceira vitória consecutiva na Premier League. Atuando em White Hart Lane, os Spurs receberam o Crystal Palace e triunfaram por 2×0. Os gols da partida só saíram no segundo tempo, por intermédio de Eriksen e Defoe. Com o placar, os Yids alcançaram os 40 pontos e ocupam temporariamente a quinta posição na tabela, aproximando de vez do grupo de classificação a próxima Champions League.

Com o retorno de jogadores importantes como Holtby e Defoe, Sherwood optou por manter a base da equipe que venceu o Manchester e foi eliminado da FA Cup pelo Arsenal, na semana anterior. Alinhou assim o Tottenham com Lloris; Walker, Dawson, Chiriches, Rose; Bentaleb, Dembelé, Lennon, Eriksen; Soldado e Adebayor. Já o treinador Tony Pulis escalou seu Crystal Palace com Speroni; Mariappa, Gabbidon, Delaney, Parr; Ward, Jedinak, Puncheon, Bolasie; Chamakh; Jerome.

O primeiro tempo foi predominantemente do Palace. Mesmo longe de casa a equipe encurralou o Tottenham que sem criatividade pouco incomodava. Logo aos 7 minutos o árbitro marcou um pênalti extremamente discutível de Dembelé em Chamakh. Na cobrança, Puncheon isolou a cobrança de forma inacreditável. Os Spurs tentaram se impor mas esbarravam em um toque de bola falho e sem penetração. As boas finalizações da equipe ficaram por conta do jovem Bentaleb, o jogador que mais tinha liberdade. Em uma das tentativas, o camisa 42 acertou lindo chute que beijou a trave, correu a linha e inacreditavelmente saiu. Do outro lado, as estocadas do time de Tony Pulis eram mais perigosas, com Lloris fazendo duas boas intervenções e Bolasie tirando um gol feito do companheiro Jedinak. Para sorte do Tottenham o primeiro tempo se encerrou em 0x0.

Foto: Reprodução/goal.com (Getty Images)

No segundo, porém, as coisas melhoraram. Apesar da saída de Walker por lesão, com apenas 2 minutos transcorridos na etapa complementar, o time entrou com outra postura e criava alternativas interessantes, amassando seu rival. Assim, a porteira abriu aos 50 minutos quando Naughton lançou para a intermediária e Adebayor ganhou da defesa, ajeitando para Eriksen entrar frente a frente com o goleiro Speroni. O dinamarquês encheu a canhota e estufou as redes, abrindo o marcador. Pouco depois, um novamente pouco inspirado Soldado deu lugar a Defoe no comando de ataque. O quinto maior artilheiro da história do Tottenham  não demorou muito para deixar sua marca e aos 70′, recebeu em posição duvidosa, cortou o zagueiro e finalizou por cima de Speroni para marcar seu primeiro gol na atual Premier League, dando números finais ao embate.

Na próxima rodada o Tottenham viaja até o País de Gales para encarar o Swansea. A partida se realizará no domingo (19). O Crystal Palace recebe um dia antes o Stoke City, no Selhurst Park.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)