Tottenham 1×1 West Brom

Nessa quinta feira (26), mesmo de ressaca pós natal, foi realizado no futebol inglês o tradicional boxing day. O Tottenham recebeu o West Bromwich Albion, no estádio de White Hart Lane, buscando emplacar a segunda vitória consecutiva e subir alguns degraus na tabela de classificação. Em uma atuação pobre e de pouca inspiração, a equipe não conseguiu mais do que o empate contra o até então décimo sexto colocado na Premier League. Eriksen marcou o gol do Tottenham e Olsson fez para os visitantes.

Tim Sherwood, agora efetivado como treinador, escalou a equipe de forma ousada, sem volantes. O time foi a campo com Lloris; Walker, Dawson, Chiriches, Rose; Holtby, Eriksen, Chadli, Sigurdsson; Adebayor e Soldado. O West Brom, num esquema extremamente defensivo conseguiu seu objetivo, de somar algum ponto. Sendo assim, foi alinhado por Keith Downing com Foster; Reid, Dawson, Olsson, Lugano, Ridgewell; Yacob, Morrison, Amalfitano, Gera; Vydra.

Desde os primeiros minutos o Tottenham buscou ter a bola e conseguiu o domínio territorial. O time visitante com 5 homens na defesa conseguia bloquear bem a criação de oportunidades dos Spurs, que buscavam movimentação para vencer a barreira inimiga. Porém a extrema letargia dos pontas Sigurdsson e principalmente Chadli minava as jogadas da equipe. Nos contragolpes o WBA era muito perigoso e o bom atacante Matej Vydra teve duas boas chances para marcar, esbarrando em grandes defesas do goleiro Lloris.

Foto: Reprodução / theguardian
Foto: Reprodução / theguardian

Num jogo truncado e com equipes pouco criativas, a bola parada acaba decidindo. E assim o placar foi aberto, aos 36′, por intermédio de Eriksen. Falta na meia direita para os Spurs e o dinamarquês bateu com perfeição, na gaveta. A bola caprichosamente tocou travessão e chão por duas vezes antes de ganhar as redes de Foster, golaço. Porém no minuto seguinte, o mesmo Eriksen perde bola boba e comete falta na saída de bola. Lançamento na área e Adebayor fura na tentativa de cortar o cruzamento. Após tocar no togolês a bola sobra limpa para Olsson, na pequena área. O cover de Jesus Cristo tira de Lloris e dá números finais ao embate.

No segundo tempo, correria, luta e pouca qualidade. O Tottenham finalizou mais que o triplo do oponente, mas contou novamente com a péssima pontaria de Soldado para voltar a tropeçar. No próximo domingo (29) os Spurs recebem o Stoke City, buscando voltar a vencer em White Hart Lane, algo que não acontece desde outubro.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)