O lado bom da “data Fifa”

Vertonghen é um dos destaques dessa boa geração belga que está levando a seleção de volta a uma Copa do Mundo. (Foto: Reprodução/Uefa.com)

Muitas pessoas não gostam das paradas para os jogos das seleções nacionais, em especial se for para amistosos. Reclamam do calendário, do desgaste físico e principalmente de ficar um fim de semana sem jogos da Premier League. E se eu disser que essa última parada foi proveitosa para o Tottenham?

Pois, olhemos por outro lado. É início de temporada e o time vinha de uma sequência de quatro vitórias, até perder o North london Derby. Algumas lamentações e logo depois os jogadores se juntaram a suas seleções nacionais. Clima diferente para melhorar o ânimos. Resultados que dão confiança aos atletas para a sequência do campeonato. E ambição, como disse o próprio Villas-Boas essa semana.

Destacando alguns, começando pelo gol, o capitão Hugo Lloris, mesmo com uma falha, ajudou sua seleção a se garantir ao menos na repescagem para a Copa do Mundo. Les Bleus ficaram no 0 a 0 contra a Geórgia e quebraram um jejum de gols que já durava cinco jogos na vitória por 4 a 2 sobre a Bielorrússia. Capoue, lesionado, não atuou.

O English Team, goleou a Moldávia por 5 a 0, com direito a gol de Defoe, e está na frente em seu grupo nas eliminatórias. Walker foi titular no empate em 0 a 0 contra a Ucrânia. Townsend também estava entre os convocados. Nenhum dos três tem vaga garantida no time de Roy Hodgson, e essa temporada servirá para que eles possam ganhar a confiança do treinador.

A Bélgica, do trio Vertonghen, Dembele e Chadli está a um ponto da próxima Copa, após a vitória por 2 a 0 sobre a Escócia e com uma campanha quase perfeita, de sete vitórias e um empate. Junto com outros bons jogadores, eles  levaram (podemos dizer) os Diabos Vermelhos de volta a uma Copa do Mundo, após duas edições. Confiança em triplo.

Soldado marcou gol no amistoso contra o Chile, que terminou em 2 a 2. A Fúria venceu pelas eliminatórias e está na frente do seu grupo, brigando pela vaga direta com a França. Roberto tenta uma vaga no ataque espanhol, recheado de concorrentes.

O recém contratado Christian Eriksen ajudou a Dinamarca a vencer seus dois jogos, contra Malta e Armênia, o que deixou a seleção ainda viva na briga pela repescagem. Outro novato, Erik Lamela, ajudou a Argentina a garantir vaga na Copa, e vai fazer de tudo para conseguir uma vaga no time.

Paulinho é nome certo no time titular de Felipão e quer chegar na sua melhor forma para a Copa. Sandro corre por fora e ainda busca um espaço com Scolari.

É quase todo time querendo mostrar seu futebol aos treinadores de suas seleções, e essa é a “temporada-chave” para eles. O que só tem a contribuir para o time. Então, não fiquemos chateados por esperar duas semanas de uma rodada para outra da Premier League. Vamos parar para ver o desempenho dos nossos jogadores nessas datas. Afinal, queremos vê-los aqui no Brasil no ano que vem.

 

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.
Made in Bahia, mais especificamente na Região do Sisal. Nordestino com orgulho. Licenciado em Letras com Habilitação em Língua Inglesa e Literaturas. Professor de escola pública que, além de ensinar inglês, doutrina seus alunos, dizendo que não existe nada melhor que futebol - a não ser quando o Tottenham perde. Na equipe Tottenham Brasil desde 2011, escrevendo e soltando o sotaque na apresentação da Rádio TB.

Latest posts by Amarilson Gordiano (see all)

  • Adriel

    Eles podem voltar mais motivados ao clube, sendo que a maioria foi bem nos amistosos e classificatórias a Copa do Mundo. A derrota contra o Arsenal não “pesa” mais na cabeça

  • Pingback: Hora de voltar à realidade | Tottenham Brasil()