Tottenham 1×0 Swansea

O estádio de White Hart Lane recebeu nesse domingo (25) sua primeira partida oficial da temporada 2013/14. Com a torcida ansiosa em ver jogadores como Paulinho, Soldado e Capoué, recém contratados, quem roubou a cena foi o meia-atacante Andros Townsend, que comandou a linha ofensiva do Tottenham com uma grande exibição. Num jogo com raras ocasiões claras de gol, coube a Roberto Soldado anotar o tento da vitória, convertendo penalidade sofrida por Townsend, já no segundo tempo.

André Villas Boas manteve a base da equipe que goleou o Dínamo Tblisi no meio de semana, pela Europa League. A única alteração foi a saída de Sigurdsson para entrada de Chadli, na meia esquerda. Os Spurs vieram a campo com Lloris; Walker, Dawson, Vertonghen, Rose; Capoue, Dembele, Paulinho; Townsend, Chadli, Soldado. Já o Swansea, que também goleou em seu compromisso pela Europa League, foi alinhado por Michael Laudrup com Vorm; Rangel, Chico Flores, Williams, Davies; Cañas, Shelvey, De Guzman; Hernandez, Routledge, Michu.

O primeiro tempo foi de intenso domínio do time da casa que comandou as ações mas não conseguiu furar a barreira adversária. As duas melhores oportunidades foram desperdiçadas pelo brasileiro Paulinho, que mostrou desenvoltura e um bom nível de entrosamento com os companheiros, mas uma pontaria descalibrada.

Aos 20 minutos, após cruzamento de Walker que Williams tentou cortar e quase marcou contra, o brasileiro pegou rebote da trave, encheu o pé, mas nas mãos do goleiro Vorm. Poucos minutos depois, o mesmo Paulinho recebeu bom cruzamento de Chadli e finalizou num sem pulo que tocou o chão e caprichosamente encobriu a meta inimiga. Ao final da etapa inicial Townsend sofreu pênalti claro do meio campista Shelvey, mas o árbitro ridiculamente marcou falta fora da área, que não foi bem aproveitada. E assim fomos aos vestiários com o score zerado para o intervalo de jogo.

Foto: Reprodução/mirror
Foto: Reprodução/mirror

Retornando a campo, a tônica da partida não mudou. Um Tottenham pressionando mas sem conseguir colocar em grande risco a meta do holandês Vorm. Porém a boa e velha lei da compensação se fez presente. Aos 56′, o habilidoso Townsend invadiu a área driblando, passou por três e se deixou cair com um leve contato de Shelvey. O famoso pênalti a brasileira, que o juiz assinalou. Soldado foi para a bola e deslocou o goleiro, convertendo assim o gol da vitória.

O único lance de real perigo do Swansea ocorreu aos 71 minutos. Lançamento na área e o zagueiro Chico Flores acertou um belo chute de primeira, ao maior estilo Marco van Basten. Porém Lloris esteve atento para praticar excepcional defesa, jogando a bola por cima do gol. Daí então, alterações de lado a lado, sem surtir efetivamente nenhum dano. Sandro, Defoe e Sigurdsson entraram pelo lado Yid, enquanto Pozuelo e Bony entraram no time visitante. Já ao fim do jogo, Paulinho teve grande oportunidade para ampliar o marcador, mas viu sua tentativa por cobertura parar nas mãos do goleiro Vorm. Atento ao rebote, o camisa 8 tentou o remate, mas desequilibrado acabou mandando a bola na torcida. E aos 94 minutos o árbitro Neil Swarbrick apontou o centro de campo e deu por encerrado o duelo.

O Tottenham se mantém no grupo de líderes, com 100% de aproveitamento e ainda não foi vazado na atual temporada, com três clean sheets para Hugo Lloris, contabilizando também a Europa League. Já o Swansea ainda não pontuou e figura na zona de rebaixamento, com duas derrotas no certame. Os dois times voltam a campo no meio de semana para compromissos continentais. O Swansea visita o Petrolul Ploiesti, podendo perder por até três gols de diferença. Já o Tottenham receberá o Dínamo Tblisi, podendo perder por até 4×0 para ainda assim seguir na Europa League.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this pagePin on Pinterest
The following two tabs change content below.

Emerson Araujo

Jornalista, aficionado por futebol, torcedor do Cruzeiro (de nascença) e do Tottenham (desde 2005). Orgulhosamente, um dos fundadores da Tottenham Brasil e colaborador do Guerreiro dos Gramados, site voltado a cruzeirenses. Odeia Guardiolismos e acredita que atacante tem que fazer gol. Acredita que todo dia é um 7 a 1 diferente e não há nada de mau nisso. Exímio treinador no Football Manager.

Latest posts by Emerson Araujo (see all)

  • Lucas Colenghi

    Tottenham fez um grande jogo, correu poucos riscos na defesa e foi muito agudo no ataque. Faltou aproveitar melhor as chances, mas o domínio dos Spurs foi louvável. Towsend evoluiu muito após a temporada no QPR, Chadli tem se mostrado muito importante nas jogadas ofensivas e o Paulinho parece que já vestia a camisa do Tottenham há tempos. Que venham Chiriches e Lamela, pois encorparão bem o elenco.

  • Adriel

    Tottenham fez um belo jogo, faltando “ir mais para cima” do Swansea. Com Lamela, podemos resolver este problema.